Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Militares juntam-se à polícia em protesto dos "coletes amarelos". Há 31 detidos

Os militares da operação antiterrorista "Sentinela" foram mobilizados para proteger as principais instituições francesas. Ao final da manhã, os coletes amarelos eram ainda em pequeno número na capital e quase invisíveis entre a população.
Diário de Notícias

As forças armadas francesas juntaram-se à polícia, este sábado, em Paris, para enfrentar o 19º fim de semana consecutivo de protestos dos coletes amarelos contra o governo do presidente Emmanuel Macron. Ao final da manhã, com os locais habituais de manifestação interditos e o reforço militar junto às principais instituições francesas, os "coletes amarelos" passavam quase despercebidos entre turistas e parisienses.

Segundo a Reuters, o governo francês decidiu mobilizar os militares da operação antiterrorista "Sentinela", depois de ter proibido os manifestantes de se reunirem nos Campos Elísios, onde no último fim de semana dezenas de lojas foram destruídas e algumas completamente pilhadas.

Além da presença …

Especialistas dos EUA estão preocupados com silêncio sobre sistema antiaéreo russo S-500

Especialistas militares americanos discutem novamente o promissor sistema de mísseis antiaéreos russo S-500, estando alarmados com a falta de novas informações sobre o assunto na mídia russa, informa The National Interest.


Sputnik

O autor da publicação, Mark Episkopos, começa pelo fato de que 2019 promete ser um ano de sucesso para os sistemas de mísseis antiaéreos russos. Por exemplo, num futuro próximo deve entrar no serviço do exército russo o novo sistema S-350 Vityaz, brigadas adicionais de S-300V4 e dezenas de outros sistemas de artilharia modernizados.


Complexo antiaéreo S-500
S-500 Prometei © Foto : Ministério da Defesa da Rússia

Episkopos indica seguidamente algumas características do S-500. Em particular, a capacidade de usar mísseis antibalísticos a uma distância de 600 quilômetros.

Isto representa mais 200 quilômetros do que o alcance do S-400. O sistema também é capaz de interceptar até dez ogivas voando a uma velocidade de 6,5 quilômetros por segundo.

O autor cita o engenheiro-chefe do projeto russo: "O S-500 é um golpe sobre o prestígio norte-americano. O nosso sistema neutraliza as armas ofensivas americanas e supera todos os sistemas de mísseis antiaéreos amplamente publicitados pelos EUA."

Ao final Episkopos levanta uma questão: por que as datas para a adoção do sistema em serviço foram adiadas por várias vezes, e agora a mídia mantém em silêncio o desenvolvimento do S-500?

De acordo com ele, algumas pessoas explicam isso com problemas técnicos, mas existe uma versão alternativa. Segundo Episkopos, pode ser que o projeto esteja quase concluído, mas a Rússia não tenha pressa em anunciar isso para não reduzir o interesse no mercado externo sobre o sistema anterior S-400, que agora está sendo um grande sucesso de exportação.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas