Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

'Queremos que a Venezuela volte à democracia', diz Bolsonaro a TV dos EUA

Em entrevista à Fox News, o presidente também defendeu o muro para separar EUA do México. Nesta terça, ele vai se encontrar com Donald Trump.
Por G1

O presidente Jair Bolsonaro disse em entrevista à TV norte-americana na madrugada desta terça-feira (19) que a Venezuela estará no centro das discussões durante o encontro com o presidente dos EUA, Donald Trump, na Casa Branca, nesta tarde.

Ao canal Fox News, Bolsonaro reafirmou que o presidente norte-americano mantém "todas as opções na mesa"em relação à Venezuela. "Nós não podemos falar em todas as possibilidades, mas o que for possível de forma diplomática", disse Bolsonaro, segundo tradutor da emissora.

A entrevista foi ao ar com tradução simultânea, e em alguns trechos não foi possível ouvir o que o presidente respondeu. Bolsonaro disse que o Brasil é o país mais interessado em pôr fim ao governo de Nicolás Maduro.

O presidente afirmou que o governo brasileiro está alinhado ao de Trump. "Hoje temos nova ideologia,…

EUA apresentam proposta de venda de sistemas de mísseis Patriot na Turquia

A delegação dos EUA apresentou em Ancara uma proposta de venda dos sistemas de defesa antiaérea Patriot, informou a mídia turca.


Sputnik

Segundo a agência Anadolu, a delegação dos EUA realizou em Ancara encontros com representantes do Ministério da Indústria de Defesa, Ministério das Relações Exteriores e Ministério da Defesa.


Uma bateria do sistema de defesa aérea dos EUA Patriot (foto de arquivo)
Militar dos EUA guarnece sistema Patriot © Sputnik / Igor Zarembo

A proposta inclui quatro radares AN/MPQ-65, 4 centros de controle de combate, 10 conjuntos de antenas, 20 lançadores de mísseis M903 e outros equipamentos.

Anteriormente, o Pentágono informou que o Departamento de Estado dos EUA havia aprovado um possível acordo com a Turquia para o fornecimento dos sistemas de defesa antiaérea Patriot no valor de 3,5 bilhões de dólares (R$ 13,2).

O porta-voz do presidente da Rússia, Dmitry Peskov, declarou que a possível venda dos sistemas de defesa antiaérea estadunidenses à Turquia e o fornecimento dos sistemas de mísseis russos S-400 a esse país são eventos separados e que o contrato entre Ancara e Moscou vai ser executado.

O contrato de concessão de crédito para o fornecimento dos sistemas russos de defesa antiaérea S-400 à Turquia foi assinado em dezembro de 2017 em Ancara. Como afirmou o chefe da estatal russa Rostec, Sergei Chemezov, trata-se do fornecimento de quatro divisões de S-400 no valor de 2,5 bilhões de dólares (R$ 9,4 bilhões).

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas