Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Militares juntam-se à polícia em protesto dos "coletes amarelos". Há 31 detidos

Os militares da operação antiterrorista "Sentinela" foram mobilizados para proteger as principais instituições francesas. Ao final da manhã, os coletes amarelos eram ainda em pequeno número na capital e quase invisíveis entre a população.
Diário de Notícias

As forças armadas francesas juntaram-se à polícia, este sábado, em Paris, para enfrentar o 19º fim de semana consecutivo de protestos dos coletes amarelos contra o governo do presidente Emmanuel Macron. Ao final da manhã, com os locais habituais de manifestação interditos e o reforço militar junto às principais instituições francesas, os "coletes amarelos" passavam quase despercebidos entre turistas e parisienses.

Segundo a Reuters, o governo francês decidiu mobilizar os militares da operação antiterrorista "Sentinela", depois de ter proibido os manifestantes de se reunirem nos Campos Elísios, onde no último fim de semana dezenas de lojas foram destruídas e algumas completamente pilhadas.

Além da presença …

EUA enviarão equipe à Turquia para tentar barrar compra do sistema russo S-400

Os Estados Unidos enviarão uma equipe à Turquia nas próximas semanas para esclarecer suas preocupações sobre a compra do sistema russo de defesa aérea S-400 por Ancara, disse Ismail Demir, presidente da Indústria de Defesa da Turquia.


Sputnik

Na semana passada, a agência de notícias turca Anadolu informou, citando fontes, que Ancara rejeitou a proposta de Washington, feita durante a visita da delegação dos EUA à Turquia, para cancelar a aquisição dos sistemas de defesa aérea russa S-400 em favor da compra do sistemas de defesa de mísseis aéreo americano Patriot.


O sistema de defesa antiaéreo russo S-400 Triumph
S-400 Triumph © Sputnik / Grigory Sysoev

"Temos ouvido constantemente sobre os potenciais danos e problemas sobre a qualificação de caça furtiva dos F-35 no caso de sua implantação para um local próximo ao S-400s […] Nós nunca tivemos uma equipe nos visitando para esclarecer sobre quais são os riscos técnicos. Nós lhes dissemos várias vezes para vir e explicar todas as suas preocupações, se eles acham que são sérios. Agora, depois de tudo isso, eles nos disseram que vão enviar uma equipe nas próximas semanas", declarou Demir, citado pelo jornal Hurriyet nesta terça-feira.

Em dezembro de 2018, o Departamento de Estado dos EUA aprovou uma possível venda de US$ 3,5 bilhões de sistemas Patriot para a Turquia. O porta-voz da presidência da Turquia, Ibrahim Kalin, afirmou na época que a possível compra do Patriot não afetaria o acordo entre Ancara e Moscou sobre a compra dos mísseis S-400 fabricados na Rússia.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas