Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Empresa chinesa faz peças para F-35? Revelação surge em meio a polêmicas envolvendo Huawei

Em meio à briga contínua entre os EUA e a gigante tecnológica chinesa Huawei, classificada como ameaça à segurança por Washington, verificou-se que uma subsidiária com sede no Reino Unido de uma companhia chinesa fabrica peças para os jatos americanos F-35.
Sputnik

Trata-se da companhia chinesa Exception PCB, com sede no condado britânico de Gloucestershire, que fabrica placas de circuitos que controlam os motores, iluminação, combustível e sistemas de navegação dos caças F-35 – o sistema de armas mais caro já feito.

De acordo com a emissora britânica Sky, citando materiais divulgados pelo Ministério da Defesa do Reino Unido, a empresa que fabrica componentes para os caças da Lockheed Martin foi comprada em 2013 pela companhia chinesa Shenzhen Fastprint, que inclusive já participou da fabricação de caças Eurofighter Typhoon e de helicópteros de ataque Apache.

"A Exception PCB, com sede em Gloucestershire, fabrica placas de circuito impresso que controlam muitas das principais capacid…

EUA não devem intervir militarmente na Venezuela, diz ex-comandante da OTAN

O ex-almirante dos EUA e ex-comandante supremo da OTAN James Stavridis disse nesta quarta-feira (30) que Washington não deve intervir militarmente na Venezuela.


Sputnik

"Os Estados Unidos não devem se envolver militarmente com a situação nas circunstâncias que vejo agora", disse Stavridis em evento realizado em Washington. 


Resultado de imagem para admiral james stavridis
James Stavridis | Reprodução

O ex-militar disse que a crise na Venezuela não tem "solução militar". Ele também disse que esta é uma questão regional e que todos os países americanos têm que resolver juntos.

Em 23 de janeiro, o presidente dos EUA, Donald Trump, disse que todas as opções em relação à Venezuela estão na mesa.

A oposição venezuelana é contrária a uma intervenção militar dos EUA.

O senador Lindsey Graham disse na segunda-feira que Trump discutiu com ele a possibilidade de usar a força militar na Venezuela há algumas semanas.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas