Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Irã desloca sistema russo de defesa S-300 para a costa do golfo Pérsico (VÍDEO)

Uma coluna de caminhões iranianos transportando vários sistemas anti-aéreos russos S-300 Favorit para a costa do golfo Pérsico foi capturada em vídeo por um motorista e postada no YouTube.
Sputnik

O vídeo mostra como caminhões transportam partes dos sistemas antiaéreos e coincide com a escalada de tensão entre os Estados Unidos e o Irã com o envio de um grupo de combate naval dos EUA para a costa iranianas, relata Alarabiya.


Segundo o jornal russo Rossiyiskaya Gazeta, o envio dessas unidades do S-300 para a costa persa responde à crescente presença militar e naval dos Estados Unidos. O artigo também explica que as unidades não viajam sozinhas por via terrestre e fazem isso em caminhões para preservar sua vida útil e garantir a segurança durante a viagem.

Em 13 de maio, o comandante das Forças Aeroespaciais da Guarda Revolucionária Islâmica, Amir Ali Hajizadé, assegurou que o país persa estava pronto para atacar os Estados Unidos devido à presença do referido grupo naval na região.

Hajizadé…

EUA retiram equipamentos da Síria, mas as tropas ainda ficam

Os EUA começaram a retirar equipamentos não essenciais da Síria, apesar dos militares ainda permanecerem no país, disse uma fonte anônima à agência de notícias AFP.


Sputnik


"Não estamos retirando as tropas neste estágio", disse a autoridade.


Forças dos EUA patrulhando nos arredores da cidade síria de Manbij, província de Aleppo (foto de arquivo)
Tropas dos EUA na Síria © AP Photo / Arab 24 network

No começo do dia, uma autoridade de defesa dos EUA disse que os EUA removeram alguns equipamentos militares da Síria.

Em 19 de dezembro, a Casa Branca anunciou planos para retirar cerca de 2 mil soldados dos EUA da Síria nos próximos meses, uma medida que Trump alegou ser explicada pelo fato de as forças americanas terem completado a sua tarefa de destruir o grupo terrorista Daesh (proibido na Rússia) no país árabe.

A decisão foi criticada por algumas autoridades dos EUA e motivou duas renúncias: a do secretário de Defesa dos EUA, Jim Mattis, que anunciou que suas opiniões não estavam mais alinhadas com as de Trump; e a de Brett McGurk, enviado presidencial especial para a coalizão norte-americana na Síria.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas