Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Defesa do Brasil tem maior gasto com pessoal na década, e investimento militar cai

Despesas com ativos e inativos crescem R$ 7,1 bi em 2019, reflexo de aumento salarial
Por Igor Gielow e Gustavo Patu | Folha de S.Paulo

A previsão de gasto militar para o primeiro ano de governo do capitão reformado do Exército Jair Bolsonaro (PSL) traz o maior aumento de despesa com pessoal em dez anos e uma redução expressiva do investimento em programas de reequipamento das Forças Armadas.
Não fosse uma criatividade contábil dos militares, que conseguiram recursos com a capitalização de uma estatal para comprar novos navios, a despesa de investimento seria a menor desde 2009.

A Folha analisou a série histórica com a ferramenta de acompanhamento orçamentário Siga Brasil, do Senado. Para este ano, o Ministério da Defesa, ainda na gestão Michel Temer (MDB), planejou gastar R$ 104,2 bilhões, o quarto maior volume da Esplanada.

Desse montante, R$ 81,1 bilhões irão para pessoal, R$ 13,3 bilhões, para gastos correntes (custeio) e R$ 9,8 bilhões, para investimentos. Os valores não incluem o con…

Exército dos EUA vai adquirir 342 sistemas de foguetes de artilharia adicionais M142 HIMARS (VIDEO)

De acordo com informações do site Federal Business Opportunities, de 26 de dezembro de 2018, o Comando de Contratação do Exército dos EUA de Redstone antecipa a concessão de um contrato para a produção do HIMARS (High Mobility Artillery Rocket System). A proposta de ação do contrato incluirá uma base de 12 meses e quatro anos de opção para até 343 M142 lançadores HIMARS, fabricados pela Lockheed Martin.


Forças Terrestres

Esse requisito diz respeito à produção de novos lançadores HIMARS e requisitos de suporte de 2019 a 2023, incluindo manutenção do PDDP, treinamento, equipamentos de suporte, testes de qualificação, sobressalentes iniciais/peças de reparo, software e esforços para corrigir problemas de obsolescência.



O M142 HIMARS é um sistema de lançador de múltiplos foguetes montado em um chassi de caminhão 6×6 FMTV. O objetivo do HIMARS é engajar e derrotar artilharia, concentrações de defesa aérea, caminhões, blindados leves e transportadores de pessoal, bem como apoiar as concentrações de tropas e suprimentos.

Oferecendo poder de fogo do MLRS (Multiple Rocket System) em um chassi sobre rodas, o Sistema de Foguete de Artilharia de Alta Mobilidade (HIMARS) pode carregar um pacote de seis foguetes. O HIMARS é transportável por C-130 e pode ser desdobrado em áreas anteriormente inacessíveis para lançadores mais pesados.


Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas