Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Trump não precisa de autorização do Congresso para declarar guerra ao Irã, diz analista

Donald Trump pode não precisar do aval do Congresso para declarar guerra contra o Irã, algo que seus conselheiros "vêm construindo discretamente" um caso em meio a sanções crescentes, informa Jonathan Allen, da NBC News.
Sputnik

O articulista afirma que os principais elementos do plano incluem ligar a al-Qaeda ao Irã para retratar a República Islâmica como uma ameaça terrorista aos EUA, "o que é exatamente o que as autoridades do governo vêm fazendo nas últimas semanas".

"Isso poderia dar a Trump a justificativa que ele precisa para combater o Irã sob a resolução de uso de força de 2001, sem aprovação do Congresso", Allen argumenta, acrescentando que o Congresso dificilmente concederá ao presidente americano "nova autoridade para atacar o Irã nas circunstâncias atuais ”.

Os comentários do autor vêm depois que o New York Times citou vários altos funcionários norte-americanos não identificados dizendo que “[o presidente Donald] Trump foi firme em dizer que…

Força Aeroespacial russa será reforçada com bombardeiros estratégicos modernizados

Em 2019, a Aviação de Longo Alcance da Rússia receberá quatro portadores de mísseis modernizados Tu-95MS, de acordo com o Ministério da Defesa. Em 2018, a aviação incorporou seis aviões Tu-95MS e Tu-160.


Sputnik

"A modernização em curso permitirá manter em serviço, bem como aumentará o prazo de uso destes aviões de longa aviação até 45 ou 50 anos", de acordo com o comandante da Aviação de Longo Alcance, tenente-general Sergei Kobylash.


Bombardeiro estratégico russo Tu-95MS
Tupolev Tu-95MS © Sputnik / Anton Denisov

O Tu-95MS modernizado contará com uma nova aviônica. Além disso, os sistemas radioeletrônicos a bordo serão substituídos por um sistema com um meio de controle e informações integrado.

"O complexo incorporará novos sistemas, tais como inerciais, astroinerciais, de navegação por satélite, de radiotécnica de navegação próxima, sistemas de sinais aéreos, sistema de defesa a bordo, sistema de guerra radioeletrônica. Isso permitirá que o avião utilize tanto os meios de destruição existentes quanto os meios aéreos de destruição com um raio de ação aumentado", lê-se no comunicado de Kobylash.

Em 2018, as tripulações da Aviação de Longo Alcance russas efetuaram com sucesso os planos de voo e preparativos para combate.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas