Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Empresa chinesa faz peças para F-35? Revelação surge em meio a polêmicas envolvendo Huawei

Em meio à briga contínua entre os EUA e a gigante tecnológica chinesa Huawei, classificada como ameaça à segurança por Washington, verificou-se que uma subsidiária com sede no Reino Unido de uma companhia chinesa fabrica peças para os jatos americanos F-35.
Sputnik

Trata-se da companhia chinesa Exception PCB, com sede no condado britânico de Gloucestershire, que fabrica placas de circuitos que controlam os motores, iluminação, combustível e sistemas de navegação dos caças F-35 – o sistema de armas mais caro já feito.

De acordo com a emissora britânica Sky, citando materiais divulgados pelo Ministério da Defesa do Reino Unido, a empresa que fabrica componentes para os caças da Lockheed Martin foi comprada em 2013 pela companhia chinesa Shenzhen Fastprint, que inclusive já participou da fabricação de caças Eurofighter Typhoon e de helicópteros de ataque Apache.

"A Exception PCB, com sede em Gloucestershire, fabrica placas de circuito impresso que controlam muitas das principais capacid…

Forças Armadas da Síria fortalecem linha de frente em Hama com morteiros poderosos

O Exército sírio transportou para a linha de frente na província de Hama uma unidade de artilharia armada com pesados morteiros M-160, chamados de "machados impiedosos".


Sputnik

O M-160, que entrou em serviço no Exército Soviético em 1949, pode ser visto hoje em dia só em museus russos, mas, se analisarmos países do Oriente Médio, ainda há divisões usando ativamente estes morteiros de 160 mm.


Síria: mais artilharia em direção à frente de Hama (como cada semana). Fotos mostram 1ª Divisão enviando hoje morteiros pesados M-240

As forças sírias possuíam cerca de 100 M-160. Alguns deles, no começo da guerra civil, estavam guardados em armazéns com uma quantia impressionante de munição. O morteiro pesa quase uma tonelada e meia e tem cerca de cinco metros de comprimento.

Uma das especialidades dele é capacidade de ser recarregado pela parte anterior do tubo (anticarga). M-160 pode lançar um projétil de 41 kg a uma distância de oito km com velocidade de fogo de três tiros por minuto.

O M-240, que entrou em serviço no Exército Soviético um pouco mais tarde, estabeleceu recorde com capacidade de lançar munições de 130 a 228 kg a uma distância de cerca de 10 km. Além disso, pode lançar uma mina reativa com o alcance de 20 km.

Embora os morteiros possam ser transportados em uma rodovia a uma velocidade de até 50 km/h, na Síria, esses sistemas são tradicionalmente transportados em trailers.

Estas lendárias unidades de artilharia, juntamente com os mais poderosos M-240, foram usadas durante várias operações antiterroristas para apoiar tanques e infantaria motorizada.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas