Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Marinha do Brasil prevê inaugurar estação na Antártica em 2020, oito anos após incêndio

Obra é executada por uma empresa chinesa e, segundo a Marinha, se aproxima do final. Incêndio em 2012 destruiu estação, e dois militares morreram.
Por Guilherme Mazui | G1 — Brasília

Passados sete anos desde o incêndio que destruiu a Estação Antártica Comandante Ferraz, a Marinha prevê inaugurar a nova estação em março de 2020.

Executada pela empresa chinesa Ceiec, a obra se aproxima do final, segundo a Marinha, que prevê concluir as obras civis e a instalação de máquinas e mobiliário até 31 de março, iniciando um período de testes do complexo científico até março de 2020. Após os testes, a estação poderá receber militares e pesquisadores.

"A previsão de inauguração é março de 2020, quando os pesquisadores e o Grupo-Base [de militares] deverão ocupar em definitivo as instalações da nova Estação Antártica Comandante Ferraz", informou a Marinha ao G1.

Com investimento de US$ 99,6 milhões, o complexo receberá profissionais que atuam no Programa Antártico Brasileiro (Proantar), criad…

Irã alerta Estados Unidos que reagirá mais duramente aos drones

O Irã alertou este domingo que reagirá mais duramente se houver novas invasões de aviões não-tripulados norte-americanos em seu espaço aéreo, depois de aviões iranianos realizarem disparos de advertência contra um desses drones dos Estados Unidos no dia 1º de novembro.


France Presse


Teerã - "Disparamos. Foi um disparo de advertência. Se voltarem a fazer o mesmo, que se preparem para uma reação ainda mais dura", declarou o general Amir Ali Hadyizadeh, comandante da força aérea e espacial dos Guardas da Revolução, um grupo de elite do Irã.

Resultado de imagem para mq-1 predator
Drone norte-americano MQ-1 Predator

O ministro de Defesa iraniano confirmou na sexta-feira as acusações do Pentágono, segundo as quais dois aviões de combate iranianos abriram fogo contra um avião teleguiado (drone) norte-americano no Golfo Pérsico.

Aviões Su-25 iranianos "Frogfoot" dispararam contra um drone norte-americano MQ-1, mas não acertaram o alvo, denunciou um porta-voz do Pentágono, George Little, insistindo que o aparato norte-americano não tinha invadido o espaço aéreo iraniano.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas