Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Empresa chinesa faz peças para F-35? Revelação surge em meio a polêmicas envolvendo Huawei

Em meio à briga contínua entre os EUA e a gigante tecnológica chinesa Huawei, classificada como ameaça à segurança por Washington, verificou-se que uma subsidiária com sede no Reino Unido de uma companhia chinesa fabrica peças para os jatos americanos F-35.
Sputnik

Trata-se da companhia chinesa Exception PCB, com sede no condado britânico de Gloucestershire, que fabrica placas de circuitos que controlam os motores, iluminação, combustível e sistemas de navegação dos caças F-35 – o sistema de armas mais caro já feito.

De acordo com a emissora britânica Sky, citando materiais divulgados pelo Ministério da Defesa do Reino Unido, a empresa que fabrica componentes para os caças da Lockheed Martin foi comprada em 2013 pela companhia chinesa Shenzhen Fastprint, que inclusive já participou da fabricação de caças Eurofighter Typhoon e de helicópteros de ataque Apache.

"A Exception PCB, com sede em Gloucestershire, fabrica placas de circuito impresso que controlam muitas das principais capacid…

Irã está pronto para 'eliminar Israel da face da Terra', diz general iraniano

As Forças de Defesa de Israel (FDI) anunciaram que atingiram alegadas instalações militares das forças iranianas no Aeroporto Internacional de Damasco durante um ataque aéreo nesta segunda-feira (21).


Sputnik

Segundo declarou o comandante da Força Aérea do Irã, general de brigada Aziz Nasirzadeh, à agência de notícias MEHR, "a atual e a futura gerações [de pilotos da Força Aérea] está impaciente e pronta para lutar contra Israel e eliminá-lo da face da Terra".


Caça iraniano Qaher F-313
Caça iraniano Qaher F-313 © Foto: Iranian Ministry of Defence

Além disso, o comandante ressaltou que os alunos dos cursos de piloto iranianos estão adquirindo os conhecimentos necessários, preparando-se "para o dia prometido para destruir Israel".

Por sua vez, o primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, respondeu às declarações afirmando que aqueles que ameaçam destruir Israel sofrerão as devidas consequências.

Ele também adicionou que o recente ataque aéreo atingiu não somente as forças iranianas estacionadas na Síria, como também o contingente da República Árabe que as estão apoiando.

A declaração do comandante da Força Aérea iraniana se seguiu ao recente ataque aéreo realizado pelas forças de Israel na Síria.

O ataque israelense foi repelido pelos sistemas de defesa da Síria, que interceptaram a maioria dos mísseis lançados pelos israelenses.

Recentemente, o primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu advertiu os iranianos para "saírem rapidamente da Síria", alertado que as forças israelenses realizariam ataques aéreos contra os objetivos militares de Teerã.

Mohammad Ali Jafari, comandante do Corpo de Guardiões da Revolução Islâmica, respondeu que, apesar das ameaças, o Irã manteria suas tropas e equipamentos na Síria. Além disso, ele afirmou que se Israel continuar "brincando com a cauda do leão", mísseis iranianos "cairão sobre a [sua] cabeça".

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas