Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Reino Unido reforçará sua presença militar no Ártico para se opor à Rússia, diz mídia

O ministro da Defesa britânico, Gavin Williamson, disse que o Reino Unido pretende reforçar a presença militar no Ártico para “proteger” o flanco norte da OTAN das ações da Rússia, segundo o diário The Telegraph.
Sputnik

Segundo o jornal, mais de 1.000 fuzileiros navais da Marinha britânica farão treinamentos anuais com colegas noruegueses no âmbito de um programa previsto para dez anos, formando no futuro próximo um novo destacamento, assinalou Williamson durante uma visita à base militar em Bardufoss, na Noruega.


O ministro britânico mencionou também que o Reino Unido enviará no próximo ano para a região do Ártico um avião de patrulha marítima Poseidon P8 para vigiar a atividade crescente dos submarinos russos.

"Queremos melhorar nossas capacidades em condições de temperaturas abaixo de zero, aprendendo com antigos aliados, tais como a Noruega, ou monitorando as ameaças submarinas com nossos aviões Poseidon. Nos manteremos atentos a novos desafios", afirmou Williamson.

O minist…

Irã se vangloria de novo tanque e o iguala aos melhores do mundo

Segundo a agência de notícias Tasnim, a produção do novo tanque iraniano foi anunciada em 2017 e o veículo é baseado nos modelos dos anos 70.


Sputnik

O mais novo modelo nacional iraniano, o tanque Karrar, é considerado do nível de outros tanques produzidos por potências militares, além disso, o tanque foi desenvolvido a partir da plataforma do tanque russo T-72. O Karrar deve ser entregue ao Exército e ao Corpo de Guardiões da Revolução Islâmica (IRGC) do Irã.


Tanque Karrar, fabricado pelo Irã
Tanque iraniano Karrar © AP Photo / Iranian Defense Ministry

Ultimamente, o Irã está desenvolvendo inúmeros sistemas de armas, incluindo mísseis balísticos, além de aperfeiçoar sua força naval e força aérea, conforme a agência de notícias Tasnim.

"Nos últimos anos, os especialistas e técnicos militares iranianos fizeram um grande progresso no desenvolvimento de inúmeros equipamentos de fabricação nacional, tornando as forças armadas alto-suficientes na área de armamentos", segundo relatório.

O ex-ministro da Defesa iraniana, Hossean Dehqan, declarou ao Shabestan News que o tanque é de alto nível, podendo ser comparado ao tanque russo T-90.

O tanque deve possuir um sistema de controle de disparo eletro-óptico e a habilidade de disparar em alvos que estejam em movimento tanto durante o período noturno e diurno, além de ser capaz de disparar mísseis com orientação laser.

Assim como o T-90, ele possui um canhão de 125 mm, além de uma suposta blindagem efetiva contra lançadores de granada propulsada RPG-7 ou similares.

O Irã pretende construir cerca de 800 unidades que deverão compor suas Forças Armadas.

Além do tanque, o Irã já construiu seus próprios caças e novos navios, mesmo apesar dos obstáculos encontrados durante a fabricação nacional de equipamentos militares.

O país, que tem como principais oponentes os EUA e grupos terroristas como o Daesh (organização terrorista proibida na Rússia e em outros países), mostra que está avançando tecnologicamente e desenvolvendo equipamentos militares de alto nível.

Comentários

Postagens mais visitadas