Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Irã ameaça romper limite de reservas de urânio; entenda o que país pode fazer se sair de acordo nuclear

Sem regulação, país pode adotar equipamentos mais modernos e rápidos e ampliar volume de enriquecimento de material que pode ser usado em armas nucleares. Acordo foi firmado em 2015 entre Irã e mais seis países, mas Trump retirou EUA em maio de 2018.
Associated Press

O Irã anunciou que irá exceder o limite de reservas de urânio determinado pelo acordo nuclear de 2015, ampliando as tensões no Oriente Médio.

O prazo de 27 de junho dado por Teerã vem antes de outra data limite, 7 de julho, para que a Europa apresente melhores termos para que o país permaneça no acordo. Se essa segunda data passar sem nenhuma ação, o presidente iraniano Hassan Rouhani diz que a república islâmica irá provavelmente retomar o alto enriquecimento de urânio.

Veja a seguir em que situação está o programa nuclear do Irã atualmente:

O acordo nuclear

O Irã fechou um acordo nuclear em 2015 com Estados Unidos, França, Alemanha, Reino Unido, Rússia e China. O acordo, formalmente conhecido como Plano de Ação Conjunto Abran…

Irã se vangloria de novo tanque e o iguala aos melhores do mundo

Segundo a agência de notícias Tasnim, a produção do novo tanque iraniano foi anunciada em 2017 e o veículo é baseado nos modelos dos anos 70.


Sputnik

O mais novo modelo nacional iraniano, o tanque Karrar, é considerado do nível de outros tanques produzidos por potências militares, além disso, o tanque foi desenvolvido a partir da plataforma do tanque russo T-72. O Karrar deve ser entregue ao Exército e ao Corpo de Guardiões da Revolução Islâmica (IRGC) do Irã.


Tanque Karrar, fabricado pelo Irã
Tanque iraniano Karrar © AP Photo / Iranian Defense Ministry

Ultimamente, o Irã está desenvolvendo inúmeros sistemas de armas, incluindo mísseis balísticos, além de aperfeiçoar sua força naval e força aérea, conforme a agência de notícias Tasnim.

"Nos últimos anos, os especialistas e técnicos militares iranianos fizeram um grande progresso no desenvolvimento de inúmeros equipamentos de fabricação nacional, tornando as forças armadas alto-suficientes na área de armamentos", segundo relatório.

O ex-ministro da Defesa iraniana, Hossean Dehqan, declarou ao Shabestan News que o tanque é de alto nível, podendo ser comparado ao tanque russo T-90.

O tanque deve possuir um sistema de controle de disparo eletro-óptico e a habilidade de disparar em alvos que estejam em movimento tanto durante o período noturno e diurno, além de ser capaz de disparar mísseis com orientação laser.

Assim como o T-90, ele possui um canhão de 125 mm, além de uma suposta blindagem efetiva contra lançadores de granada propulsada RPG-7 ou similares.

O Irã pretende construir cerca de 800 unidades que deverão compor suas Forças Armadas.

Além do tanque, o Irã já construiu seus próprios caças e novos navios, mesmo apesar dos obstáculos encontrados durante a fabricação nacional de equipamentos militares.

O país, que tem como principais oponentes os EUA e grupos terroristas como o Daesh (organização terrorista proibida na Rússia e em outros países), mostra que está avançando tecnologicamente e desenvolvendo equipamentos militares de alto nível.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas