Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Empresa chinesa faz peças para F-35? Revelação surge em meio a polêmicas envolvendo Huawei

Em meio à briga contínua entre os EUA e a gigante tecnológica chinesa Huawei, classificada como ameaça à segurança por Washington, verificou-se que uma subsidiária com sede no Reino Unido de uma companhia chinesa fabrica peças para os jatos americanos F-35.
Sputnik

Trata-se da companhia chinesa Exception PCB, com sede no condado britânico de Gloucestershire, que fabrica placas de circuitos que controlam os motores, iluminação, combustível e sistemas de navegação dos caças F-35 – o sistema de armas mais caro já feito.

De acordo com a emissora britânica Sky, citando materiais divulgados pelo Ministério da Defesa do Reino Unido, a empresa que fabrica componentes para os caças da Lockheed Martin foi comprada em 2013 pela companhia chinesa Shenzhen Fastprint, que inclusive já participou da fabricação de caças Eurofighter Typhoon e de helicópteros de ataque Apache.

"A Exception PCB, com sede em Gloucestershire, fabrica placas de circuito impresso que controlam muitas das principais capacid…

Israel recebeu sistema de radar passivo Kolchuga-M da Ucrânia

A empresa israelense Airsom Ltd. recebeu o sistema de radar passivo Kolchuga-M, fabricado na Ucrânia, segundo o site da ImportGenius


Forças Terrestres

De acordo com o ImportGenius, site de rastreamento de importação e exportação, Israel recebeu o complexo de radar passivo (ESM) de longo alcance de nova geração, chamado de Kolchuga-M.

Kolchuga-M

O aviso da ImportGenius dizia que em março de 2018, uma subsidiária da empresa estatal “Ukrspetsexport” Enterprise “Ukroboronservis” vendeu para a empresa israelense Airsom Ltd. (POB 32307 Tel-Aviv 6132201, 5 Kineret St. Bnei-Brak) o sistema de radar passivo Kolchuga-M.

O Kolchuga é uma medida passiva de apoio eletrônico (ESM) que permite identificar alvos terrestres e de superfície e rastrear seu movimento em um raio de 600 km e alvos aéreos a 10 km de altitude até 800 km de distância, o que torna um sistema eficaz para a defesa antiaérea.

A estação do Kolchuga está equipada com antenas de cinco metros, decímetros e centímetros, que fornecem alta sensibilidade de rádio dentro de uma faixa de 110 dB/W – 155 dB/W, dependendo da freqüência.

De acordo com o GlobalSecurity.org, o alcance de detecção de 800 km foi alcançado apenas pelo Kolchuga ucraniano. O melhor que o AWACS dos EUA pode fazer é 600 km, enquanto os complexos terrestres Vera (República Tcheca) e Vega (Rússia) podem alcançar até 400 km – metade do que o complexo ucraniano pode alcançar. O limite inferior de frequência de trabalho do Kolchuga é de 130MHz e é o mais baixo de todos os análogos. Para o AWACS é de 2.000 MHz, para o Vera é de 850 MHz, e o Vega é de 200 MHz.

O sistema de radar de monitoramento eletrônico de longo alcance passivo móvel Kolchuga poderá ser usado durante os exercícios da Força Aérea Israelense.

FONTE: Defence blog

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas