Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Marinha do Brasil prevê inaugurar estação na Antártica em 2020, oito anos após incêndio

Obra é executada por uma empresa chinesa e, segundo a Marinha, se aproxima do final. Incêndio em 2012 destruiu estação, e dois militares morreram.
Por Guilherme Mazui | G1 — Brasília

Passados sete anos desde o incêndio que destruiu a Estação Antártica Comandante Ferraz, a Marinha prevê inaugurar a nova estação em março de 2020.

Executada pela empresa chinesa Ceiec, a obra se aproxima do final, segundo a Marinha, que prevê concluir as obras civis e a instalação de máquinas e mobiliário até 31 de março, iniciando um período de testes do complexo científico até março de 2020. Após os testes, a estação poderá receber militares e pesquisadores.

"A previsão de inauguração é março de 2020, quando os pesquisadores e o Grupo-Base [de militares] deverão ocupar em definitivo as instalações da nova Estação Antártica Comandante Ferraz", informou a Marinha ao G1.

Com investimento de US$ 99,6 milhões, o complexo receberá profissionais que atuam no Programa Antártico Brasileiro (Proantar), criad…

Israel recebeu sistema de radar passivo Kolchuga-M da Ucrânia

A empresa israelense Airsom Ltd. recebeu o sistema de radar passivo Kolchuga-M, fabricado na Ucrânia, segundo o site da ImportGenius


Forças Terrestres

De acordo com o ImportGenius, site de rastreamento de importação e exportação, Israel recebeu o complexo de radar passivo (ESM) de longo alcance de nova geração, chamado de Kolchuga-M.

Kolchuga-M

O aviso da ImportGenius dizia que em março de 2018, uma subsidiária da empresa estatal “Ukrspetsexport” Enterprise “Ukroboronservis” vendeu para a empresa israelense Airsom Ltd. (POB 32307 Tel-Aviv 6132201, 5 Kineret St. Bnei-Brak) o sistema de radar passivo Kolchuga-M.

O Kolchuga é uma medida passiva de apoio eletrônico (ESM) que permite identificar alvos terrestres e de superfície e rastrear seu movimento em um raio de 600 km e alvos aéreos a 10 km de altitude até 800 km de distância, o que torna um sistema eficaz para a defesa antiaérea.

A estação do Kolchuga está equipada com antenas de cinco metros, decímetros e centímetros, que fornecem alta sensibilidade de rádio dentro de uma faixa de 110 dB/W – 155 dB/W, dependendo da freqüência.

De acordo com o GlobalSecurity.org, o alcance de detecção de 800 km foi alcançado apenas pelo Kolchuga ucraniano. O melhor que o AWACS dos EUA pode fazer é 600 km, enquanto os complexos terrestres Vera (República Tcheca) e Vega (Rússia) podem alcançar até 400 km – metade do que o complexo ucraniano pode alcançar. O limite inferior de frequência de trabalho do Kolchuga é de 130MHz e é o mais baixo de todos os análogos. Para o AWACS é de 2.000 MHz, para o Vera é de 850 MHz, e o Vega é de 200 MHz.

O sistema de radar de monitoramento eletrônico de longo alcance passivo móvel Kolchuga poderá ser usado durante os exercícios da Força Aérea Israelense.

FONTE: Defence blog

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas