Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Militares juntam-se à polícia em protesto dos "coletes amarelos". Há 31 detidos

Os militares da operação antiterrorista "Sentinela" foram mobilizados para proteger as principais instituições francesas. Ao final da manhã, os coletes amarelos eram ainda em pequeno número na capital e quase invisíveis entre a população.
Diário de Notícias

As forças armadas francesas juntaram-se à polícia, este sábado, em Paris, para enfrentar o 19º fim de semana consecutivo de protestos dos coletes amarelos contra o governo do presidente Emmanuel Macron. Ao final da manhã, com os locais habituais de manifestação interditos e o reforço militar junto às principais instituições francesas, os "coletes amarelos" passavam quase despercebidos entre turistas e parisienses.

Segundo a Reuters, o governo francês decidiu mobilizar os militares da operação antiterrorista "Sentinela", depois de ter proibido os manifestantes de se reunirem nos Campos Elísios, onde no último fim de semana dezenas de lojas foram destruídas e algumas completamente pilhadas.

Além da presença …

Militar confirma em tribunal corrupção nas messes da Força Aérea portuguesa

Confissão feita por um major na primeira sessão do julgamento da Operação Zeus e que envolve 68 arguidos.


Diário de Notícias


Um major da Força Aérea na reserva confessou esta segunda-feira ter participado num esquema de corrupção na generalidade das messes do ramo, que a acusação diz ter lesado o Estado em mais de 2,5 milhões de euros.


© Jorge Amaral/Global Imagens

A confissão foi assumida pelo major Rogério Martinho no primeiro dia do julgamento da chamada Operação Zeus, segundo o jornal Público.

O caso, que tem 68 arguidos e está a ser julgado no Tribunal de Sintra, assenta na acusação de que havia um esquema de corrupção montado há décadas na generalidade das messes da Força Aérea.

Segundo o Ministério Público, as messes recebiam quantidades de bens inferiores ao encomendado e o valor correspondente a essa diferença era repartido entre os fornecedores e os militares envolvidos.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas