Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

EUA entregam armas modernas a forças curdas da Síria, escreve mídia

Os opositores americanos da retirada das tropas dos EUA da Síria entregaram armas modernas às Unidades de Proteção Popular (YPG), escreveu o jornal turco Yeni Akit, citando fontes locais.
Sputnik

A edição destaca que o fornecimento é referente a um grande número de modernos sistemas de mísseis antitanque Javelin e Tow. Supõe-se que os curdos usem essas armas contra tanques turcos, que logo entrarão em Manbij, no norte da Síria.


Segundo a publicação, as forças especiais turcas estão no momento realizando buscas por esses complexos nesta cidade e, devido a isso, a Turquia está atrasando sua operação militar na referida cidade.

Anteriormente, o presidente turco Recep Tayyip Erdogan havia anunciado que, se os EUA não se retirarem da Síria, Ancara estaria pronta para lançar uma operação no leste do Eufrates, assim como em Manbij, contra as forças de autodefesa dos curdos sírios.

Em meados de dezembro de 2018, o líder americano, Donald Trump, declarou a vitória sobre o grupo de militantes Daesh …

Militares se apoderam de estação de rádio para declarar golpe de Estado no Gabão

As tropas do Gabão detiveram os militares rebeldes que mais cedo se apoderaram da estação de rádio nacional e anunciaram o início de golpe de Estado, comunicou o ministro da Comunicação do Gabão, Guy-Bertrand Mapangou, que também é porta-voz do governo.


Sputnik

Segundo declarou o porta-voz, citado pela RFI, quatro rebeldes foram presos e um conseguiu fugir. Trata-se de um grupo de "brincalhões" desconhecidos do Comando do exército nacional, de acordo com a autoridade.


Militares anunciaram golpe de estado no Gabão nesta segunda-feira (7)  — Foto: Reuters
Militares anunciaram golpe de estado no Gabão nesta segunda-feira (7) — Foto: Reuters

Mais cedo, a rádio africana RFI relatou que os militares tomaram controle da Estação de Rádio Nacional em Gabão para declarar a criação do Conselho Nacional de Restauração.

Destaca-se que os militares chegaram à sede da rádio nacional às 4h (à 1h, horário em Brasília) para pronunciamento.

De acordo com o comunicado, militares se decepcionaram com o discurso do presidente Ali Bongo, realizado no dia 31 de dezembro, e se referiram às palavras do presidente como um "espetáculo triste de resistência para se manter no poder".

Além disso, militares anunciaram planos de estabelecer, em breve, o Conselho Nacional de Restauração.

O presidente do Gabão, Ali-Ben Bongo Ondimba, foi hospitalizado em Riad no dia 24 de outubro. Segundo dados da RFI, o político de 59 anos de idade teve um derrame. Agora ele está se recuperando no Marrocos.

Postar um comentário

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas