Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

EUA entregam armas modernas a forças curdas da Síria, escreve mídia

Os opositores americanos da retirada das tropas dos EUA da Síria entregaram armas modernas às Unidades de Proteção Popular (YPG), escreveu o jornal turco Yeni Akit, citando fontes locais.
Sputnik

A edição destaca que o fornecimento é referente a um grande número de modernos sistemas de mísseis antitanque Javelin e Tow. Supõe-se que os curdos usem essas armas contra tanques turcos, que logo entrarão em Manbij, no norte da Síria.


Segundo a publicação, as forças especiais turcas estão no momento realizando buscas por esses complexos nesta cidade e, devido a isso, a Turquia está atrasando sua operação militar na referida cidade.

Anteriormente, o presidente turco Recep Tayyip Erdogan havia anunciado que, se os EUA não se retirarem da Síria, Ancara estaria pronta para lançar uma operação no leste do Eufrates, assim como em Manbij, contra as forças de autodefesa dos curdos sírios.

Em meados de dezembro de 2018, o líder americano, Donald Trump, declarou a vitória sobre o grupo de militantes Daesh …

National Interest avalia 'mortífero' tanque russo Т-90S

No mundo dos tanques, onde os sistemas e dispositivos caros ganham cada vez mais popularidade, os russos Т-90S se esforçam por demonstrar um perfil modesto junto com elevada eficácia, escreveu o jornal estadunidense The National Interest.


Sputnik

O Exército russo suspendeu as encomendas do barato e eficaz Т-90 em 2011, mas Moscou continua fornecendo ao exterior a variante de exportação Т-90S, assinalou a edição. A mídia russa informou recentemente que o Vietnã recebeu mais de 30 tanques Т-90S e Т-90SK, o primeiro lote dos 64 carros de combate encomendados em 2016.


Tanque T-90
Tanque russo T-90 © Sputnik / Ramil Sitdikov

O T-90, apresentado pela empresa Uralvagonzavod em 1992, rapidamente se tornou o tanque principal das forças terrestres russas graças à combinação eficaz de grande poder de fogo, capacidade de manobra e durabilidade, escreveu o jornal.

Os engenheiros russos, não tendo sido seduzidos pela ideia de reproduzir o tanque americano M1 Abrams ou gastar grande quantia de dinheiro no desenvolvimento de um veículo de combate absolutamente novo, escolheram a decisão "mais sóbria", juntando as melhores tecnologias do Т-72 e do Т-80, escreve o autor do artigo.

O preço do veículo é metade do preço de produção do M1 Abrams, segundo a edição, o que provou a estratégia vantajosa da Rússia quanto à atração de importadores mundiais de armamento que preferem equipamentos economicamente eficazes e funcionais.

O Т-90S virou um dos tanques mais exportados nas últimas décadas, tendo sido comprado pela Índia, Azerbaijão, Turcomenistão, Argélia e outros países, lembra o The National Interest.

Além disso, mesmo o Irã, no contexto do conflito diplomático com Washington, concordou em comprar mais de 30 tanques Т-90S para substituir os mais caros M1 Abrams, assinalou o autor do artigo.

O jornal destaca que o sucessor do Т-90S, o mais poderoso e mais caro Т-90MS, é proposto pela Rússia na qualidade de suplemento do seu antecessor, mas não como sua substituição. Então, Moscou se esforça por ocupar diversos segmentos de mercado de veículos blindados pesados, oferecendo o seu Т-90S que continua sendo uma variante digna para ser usada nos diferentes conflitos de intensidade média nos países do segundo e terceiro mundo, disse o autor.

Embora nenhum tipo de armas possa sempre manter a sua atualidade, graças à sua construção racional, o Т-90S mostrou estar bastante firme no mercado mundial de armas, concluiu The National Interest.

Postar um comentário

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas