Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Defesa do Brasil tem maior gasto com pessoal na década, e investimento militar cai

Despesas com ativos e inativos crescem R$ 7,1 bi em 2019, reflexo de aumento salarial
Por Igor Gielow e Gustavo Patu | Folha de S.Paulo

A previsão de gasto militar para o primeiro ano de governo do capitão reformado do Exército Jair Bolsonaro (PSL) traz o maior aumento de despesa com pessoal em dez anos e uma redução expressiva do investimento em programas de reequipamento das Forças Armadas.
Não fosse uma criatividade contábil dos militares, que conseguiram recursos com a capitalização de uma estatal para comprar novos navios, a despesa de investimento seria a menor desde 2009.

A Folha analisou a série histórica com a ferramenta de acompanhamento orçamentário Siga Brasil, do Senado. Para este ano, o Ministério da Defesa, ainda na gestão Michel Temer (MDB), planejou gastar R$ 104,2 bilhões, o quarto maior volume da Esplanada.

Desse montante, R$ 81,1 bilhões irão para pessoal, R$ 13,3 bilhões, para gastos correntes (custeio) e R$ 9,8 bilhões, para investimentos. Os valores não incluem o con…

Navios da Marinha russa escoltam destróieres americanos no mar Báltico

Embarcações da Frota do Mar Báltico da Marinha da Rússia estão escoltando os destróieres estadunidenses Gravely e Porter que acabaram de entrar na zona sul do mar Báltico.


Sputnik

Segundo informou centro de controle de defesa nacional, duas corvetas russas efetuam vigilância de navios de guerra americanos que estão passando perto das águas territoriais da Rússia.


Resultado de imagem para Boiky
Corveta russa Boiky | Reprodução

"Forças da Frota do Mar Báltico estão levando Gravely and Porter, os destróieres da Marinha dos EUA que entraram na zona sul do mar Báltico, sendo escoltados. As corvetas Boiky e Soobrazitelny da Marinha russa estão monitorando as ações dos navios americanos."

Na semana passada, o centro de controle de defesa nacional também comunicou que a Frota do Mar Negro da Rússia está monitorando o destroier dos EUA, Donald Cook, que estava no mar. O destroier está sendo protegido pela fragata Pytlivy da Rússia e rastreado a partir de recursos de vigilância eletrônica e técnica, acrescentou o centro.

As corvetas russas do projeto 20380 possuem um considerável arsenal de armamentos de ataque, defesa antiaérea e luta antissubmarino.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas