Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Putin ameaça retaliar se EUA instalarem mísseis na Europa

Em seu discurso sobre o estado da nação, presidente russo faz ataques a Washington e promete apontar seu arsenal para os Estados Unidos e para o continente europeu se mísseis americanos atravessarem o Atlântico.
Deutsch Welle

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, alertou nesta quarta-feira (20/02) que seu país responderá a um possível envio de mísseis americanos à Europa, fazendo com que não apenas os países que receberem esses armamentos se tornem alvos, mas também os Estados Unidos.


Em seu discurso anual sobre o estado da nação em Moscou, Putin elevou o tom ao comentar uma nova e potencial corrida armamentista. Ele afirmou que a reação russa a um possível envio seria rigorosa e que as autoridades em Washington – algumas das quais estariam obcecadas com o "excepcionalismo" americano – deveriam calcular os riscos antes de tomar qualquer medida.

"É o direito deles de pensar da forma que quiserem. Mas eles sabem fazer cálculos? Tenho certeza que sabem. Deixemos que eles cal…

Netanyahu declara prontidão em retaliar qualquer um que ameace segurança de Israel

O primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, afirmou nesta segunda-feira (21) que Israel está pronto para retaliar qualquer país que ameace a segurança do Estado judeu.


Sputnik

No domingo (20), as Forças de Defesa de Israel (IDF) anunciaram ter atingido instalações militares iranianas na Síria, incluindo armazéns de armas perto do Aeroporto Internacional de Damasco, um centro de inteligência e um campo de treinamento, em resposta a ataque com mísseis às Colinas de Golã.


Primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, visita um posto militar durante uma visita ao Monte Hermon, nas Colinas de Golã (foro de arquivo)
Benjamin Netanyahu © AP Photo / Baz Ratner

"Estamos combatendo o Irã e as forças sírias que apoiam a agressão iraniana. Quem tentar nos machucar, será machucado por nós. Quem ameaçar nos destruir, suportará toda a responsabilidade [de suas ameaças]", declarou Netanyahu na inauguração do Aeroporto Internacional Ramon.

"Nós não vamos ignorar esses atos agressivos, com Irã tentando se reforçar militarmente na Síria e declarando explicitamente que pretende destruir Israel", acrescentou Netanyahu.

Israel tem se posicionado contra a presença militar iraniana na Síria, preocupando-se com a possibilidade de Teerã alcançar uma maior influência na região.

Comentários

Postagens mais visitadas