Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Defesa do Brasil tem maior gasto com pessoal na década, e investimento militar cai

Despesas com ativos e inativos crescem R$ 7,1 bi em 2019, reflexo de aumento salarial
Por Igor Gielow e Gustavo Patu | Folha de S.Paulo

A previsão de gasto militar para o primeiro ano de governo do capitão reformado do Exército Jair Bolsonaro (PSL) traz o maior aumento de despesa com pessoal em dez anos e uma redução expressiva do investimento em programas de reequipamento das Forças Armadas.
Não fosse uma criatividade contábil dos militares, que conseguiram recursos com a capitalização de uma estatal para comprar novos navios, a despesa de investimento seria a menor desde 2009.

A Folha analisou a série histórica com a ferramenta de acompanhamento orçamentário Siga Brasil, do Senado. Para este ano, o Ministério da Defesa, ainda na gestão Michel Temer (MDB), planejou gastar R$ 104,2 bilhões, o quarto maior volume da Esplanada.

Desse montante, R$ 81,1 bilhões irão para pessoal, R$ 13,3 bilhões, para gastos correntes (custeio) e R$ 9,8 bilhões, para investimentos. Os valores não incluem o con…

Paraguai anuncia reforço da segurança em cidade na fronteira com o Brasil

A Polícia Nacional do Paraguai anunciou nesta terça-feira um aumento dos controles de segurança na cidade fronteiriça de Pedro Juan Caballero como parte de uma estratégia para erradicar as facções criminosas que operam na região, como o Primeiro Comando Capital (PCC), a maior do Brasil.


EFE

Assunção - O comandante da Polícia Nacional, Walter Vázquez, previu um maior número de apreensões e detenções, ao mesmo tempo que pediu a colaboração dos cidadãos informando sobre a presença de pessoas e de veículos suspeitos.


Agente paraguaio em foto de 2017. EFE/Andrés Cristaldo
Agente paraguaio em foto de 2017. EFE/Andrés Cristaldo

"Estamos trabalhando para reforçar a fronteira. Já temos um plano estabelecido", disse o comando policial, citado na página do Ministério do Interior.

No último fim de semana, duas pessoas foram detidas em um controle policial em Pedro Juan Caballero, no qual foram apreendidos vários fuzis, pistolas e munição no interior de um veículo.

A Polícia suspeita que tal armamento teria como destino alguns dos grupos criminosos que operam na denominada Tríplice Fronteira, entre Paraguai, Brasil e Argentina.

De acordo com fontes policiais, na área de Pedro Juan Caballero há uma guerra entre facções criminosas rivais pelo controle do tráfico de drogas, como o PCC e o Comando Vermelho (CV).

Em novembro do ano passado foi assassinada nessa cidade a advogada argentina Laura Casuso, que defendia o traficante brasileiro Jarvis Chimenes Pavão, de quem se suspeita que comandava de um presídio paraguaio uma rede criminosa nessa cidade, no departamento de Amambaí.

Antes desse assassinato, Pavão foi extraditado ao Brasil, onde cumpre pena de 17 anos de prisão por lavagem de dinheiro, narcotráfico e associação criminosa.

No Paraguai, cumpriu outra pena de oito anos por evasão de divisas e lavagem de dinheiro.

Pedro Juan Caballero está entre as cidades mais violentas da região.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas