Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Prestes a 'ganhar' território do tamanho da Arábia Saudita, Brasil carece de recursos para defesa

A ONU deve ratificar no próximo mês, o pleito brasileiro em estender sua faixa de águas jurisdicionais em pelo menos 2,1 milhões de km², uma área equivalente à extensão da Arábia Saudita. Para especialista ouvido pela Sputnik Brasil, movimento precisa vir acompanhado de modernização da Marinha.
Sputnik

Como a Sputnik Brasil mostrou em maio, a demanda já dura há pelo menos 30 anos e tem relação com medições técnicas sobre o ponto onde termina o Brasil continental e até onde é lícito explorar as águas do entorno. O mar territorial brasileiro têm atualmente cerca de 12 milhas náuticas (22 quilômetros) na faixa de água e uma zona econômica exclusiva de 200 milhas náuticas (370 quilômetros). Na parte de solo e sub-solo, área na qual o Brasil pleiteia a extensão, há um limite de mais 200 milhas regulamentadas.

Responsável pela proteção da área oceânica, a Marinha brasileira vem desenvolvendo pesquisas na região desde 2004. Os militares já identificaram potencial possibilidade de exploração de …

Por que Filipinas estão amedrontadas com desejo chinês de comprar ex-base naval americana?

Depois da falência de um estaleiro localizado em uma antiga base naval dos EUA conhecida como Subic Bay, autoridades filipinas e norte-americanas estão preocupadas que um porto próximo ao disputado mar do Sul da China possa cair em mãos chinesas.


Sputnik

Dirigentes governamentais, como o secretário de Defesa das Filipinas, expressaram preocupação em relação à presença chinesa na região e receiam uma possível compra do porto de Subic Bay, informou a CNBC.


Resultado de imagem para Subic Bay
USS Enterprise em Subic Bay | Reprodução

Uma unidade de construção naval da empresa sul-coreana Hanjin Heavy Industries and Construction Philippines, que operava no porto, declarou falência em janeiro depois de não pagar mais de US$ 400 milhões (R$ 1,5 bilhão) aos bancos filipinos, tornando-se uma das maiores inadimplências da história do país. A empresa também tem US$ 900 milhões (R$ 3,3 bilhões) em empréstimos de bancos sul-coreanos ainda a serem pagos.

Duas empresas chinesas já manifestaram interesse em assumir o estaleiro, mas autoridades filipinas se mostraram contra essa ação. A senadora Grace Poe pediu uma investigação para determinar a necessidade de estruturas legais e regulatórias para a propriedade estrangeira de um ativo nacional estratégico no Subic Bay, segundo a mídia local.

O secretário de Defesa, Delfin Lorenzana, também disse na semana passada que se encontrou com o presidente Rodrigo Duterte para discutir a possibilidade de a Marinha filipina adquirir o negócio da construção naval.

Segundo Lorenzana, empresas dos EUA, Austrália, Japão e Coreia do Sul também manifestaram interesse na compra. O secretário sugeriu que o governo filipino também poderia arrendar uma participação majoritária a uma entidade estrangeira, mantendo uma participação minoritária.

Subic Bay fica a apenas 100 km a noroeste de baía de Manila. Antes de ser fechada, a base era considerada uma das maiores instalações navais dos EUA. Depois disso, ela foi transformada pelo governo filipino em uma zona econômica especial.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas