Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

EUA podem dobrar contingente militar na América do Sul, diz chefe da inteligência russa

Os EUA podem aumentar seu contingente militar na América Central e do Sul de 20 mil para 40 mil homens, disse o vice-almirante Igor Kostyukov, chefe do Departamento Central de Inteligência (GRU, sigla em russo), do Estado-Maior das Forças Armadas da Rússia.
Sputnik

"Embora na América Latina não haja ameaça militar direta para a segurança dos EUA, Washington tem uma presença militar significativa [na região]. O Comando Conjunto das Forças Armadas dos EUA implantou na América Central e do Sul um contingente de 20 mil militares. No período de ameaças este pode aumentar para 40 mil militares", explicou Kostyukov.


De acordo com ele, os EUA podem provocar uma "revolução colorida" na Nicarágua e Cuba.

"As tecnologias de 'revolução colorida' testadas na Venezuela podem vir a ser usadas em breve na Nicarágua e em Cuba", disse ele.

Segundo Kostyukov, os EUA estão tentando estabelecer o controle total sobre a América Latina.

"A Administração dos EUA considera…

Putin: Rússia seguirá ajudando Sérvia a fortalecer suas capacidades defensivas

A Rússia continuará ajudando a Sérvia a reforçar seu potencial de defesa, além de seguir com a prática de exercícios militares conjuntos, disse o presidente russo, Vladimir Putin, em uma entrevista coletiva após as conversações com seu colega sérvio, Aleksandar Vucic, em Belgrado.


Sputnik

"Também discutimos a cooperação militar e da indústria de defesa com nossos parceiros sérvios. Continuaremos a nos encontrar com as lideranças sérvias e ajudaremos no fortalecimento da capacidade de defesa da Sérvia, desenvolveremos cooperação científica e industrial com as empresas de defesa do país, continuaremos a prática de exercícios militares conjuntos", afirmou Putin.


Exercícios militares da Rússia, Bielorrússia e Sérvia, Irmandade Eslávica 2016
Militares da Rússia, Bielorrússia e Sérvia em exercício militar © Sputnik / Evgeny Biyatov

O presidente russo também declarou que o seu país valoriza o posicionamento do presidente sérvio, que não se deixa afetar pelos ventos da situação política.

Ao condecorar o seu colega sérvio com a Ordem Alexander Nevsky, Putin enfatizou que, graças à participação pessoal de Vucic, "as relações russo-sérvias, em vários setores, estão se desenvolvendo com sucesso e não são afetadas pela situação política e internacional".

"Valorizamos sua posição firme, querido presidente", disse Vladimir Putin.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas