Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Militares juntam-se à polícia em protesto dos "coletes amarelos". Há 31 detidos

Os militares da operação antiterrorista "Sentinela" foram mobilizados para proteger as principais instituições francesas. Ao final da manhã, os coletes amarelos eram ainda em pequeno número na capital e quase invisíveis entre a população.
Diário de Notícias

As forças armadas francesas juntaram-se à polícia, este sábado, em Paris, para enfrentar o 19º fim de semana consecutivo de protestos dos coletes amarelos contra o governo do presidente Emmanuel Macron. Ao final da manhã, com os locais habituais de manifestação interditos e o reforço militar junto às principais instituições francesas, os "coletes amarelos" passavam quase despercebidos entre turistas e parisienses.

Segundo a Reuters, o governo francês decidiu mobilizar os militares da operação antiterrorista "Sentinela", depois de ter proibido os manifestantes de se reunirem nos Campos Elísios, onde no último fim de semana dezenas de lojas foram destruídas e algumas completamente pilhadas.

Além da presença …

Quando não resta mais nada além de fanfarrice

Desde o dia 6 de janeiro, nas águas do mar Negro está o navio anfíbio de assalto USS Fort McHenry, se preparando para participar de manobras conjuntas com a fragata romena Regele Ferdinand nas águas territoriais da Romênia e na área de águas neutrais.


Sputnik

A chegada do navio "reafirma a nossa determinação coletiva para a segurança do mar Negro e reforça nossas fortes relações com nossos aliados e parceiros da OTAN na região", declarou a vice-almirante Lisa M. Franchetti, comandante da 6ª Frota dos EUA.


Quando não resta mais nada além de fanfarrice

O Ministério da Defesa da Rússia informou que o navio-patrulha Pytlivy, da Frota do Mar Negro, acompanha as ações do navio americano.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas