Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

EUA entregam armas modernas a forças curdas da Síria, escreve mídia

Os opositores americanos da retirada das tropas dos EUA da Síria entregaram armas modernas às Unidades de Proteção Popular (YPG), escreveu o jornal turco Yeni Akit, citando fontes locais.
Sputnik

A edição destaca que o fornecimento é referente a um grande número de modernos sistemas de mísseis antitanque Javelin e Tow. Supõe-se que os curdos usem essas armas contra tanques turcos, que logo entrarão em Manbij, no norte da Síria.


Segundo a publicação, as forças especiais turcas estão no momento realizando buscas por esses complexos nesta cidade e, devido a isso, a Turquia está atrasando sua operação militar na referida cidade.

Anteriormente, o presidente turco Recep Tayyip Erdogan havia anunciado que, se os EUA não se retirarem da Síria, Ancara estaria pronta para lançar uma operação no leste do Eufrates, assim como em Manbij, contra as forças de autodefesa dos curdos sírios.

Em meados de dezembro de 2018, o líder americano, Donald Trump, declarou a vitória sobre o grupo de militantes Daesh …

Recrutamento chinês estaria indicando produção massiva do caça J-20

A China continua apostando nos seus caças, com o J-20 de quinta geração dominando a linha de produção desde que entrou em serviço, em março de 2017.


Sputnik

A estimativa é de que aproximadamente 100 caças de elite já estejam prontos. O J-20 é um caça de quinta geração chinês, um análogo do americano F-22 Raptor, além disso, ele é um dos três caças que fazem parte do Exército Popular de Libertação.


Caça furtivo chinês J-20
Chengdu J-20 © Foto: Public Domain / Sunson Guo

A China conta com o caça de 4++ geração, J-10C light e o J-16, uma aeronave que se assemelha ao caça J-20 de quinta geração, isso devido aos sistemas de guerra eletrônica, aviônicos e sistemas de armas avançados, segundo a revista Military Watch.

Com esse potencial, a China demonstra que está investindo uma grande quantia para fortalecer sua defesa e combater eventuais ameaças em torno de seu território. Dessa maneira, estima-se que os chineses deverão ultrapassar as forças americanas, que produziram em torno de 90 unidades do caça F-35 em 2018.

Além disso, devido à produção em massa dos J-20, o Exército Popular de Libertação iniciou uma campanha de recrutamento em grande escala para formar a próxima geração de pilotos. Tanto é que o recrutamento ocorre em 31 das 33 áreas administrativas das províncias, isso mostra que caças J-20 estão sendo produzidos em uma escala considerável.

Algo que se destaca no Exército chinês é justamente a capacidade de produzir munições de qualidade em grande escala, comprovando habilidade em produzir equipamentos de alta tecnologia, bem como financiando produção em massa de caças J-20 de quinta geração.

Postar um comentário

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas