Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

EUA entregam armas modernas a forças curdas da Síria, escreve mídia

Os opositores americanos da retirada das tropas dos EUA da Síria entregaram armas modernas às Unidades de Proteção Popular (YPG), escreveu o jornal turco Yeni Akit, citando fontes locais.
Sputnik

A edição destaca que o fornecimento é referente a um grande número de modernos sistemas de mísseis antitanque Javelin e Tow. Supõe-se que os curdos usem essas armas contra tanques turcos, que logo entrarão em Manbij, no norte da Síria.


Segundo a publicação, as forças especiais turcas estão no momento realizando buscas por esses complexos nesta cidade e, devido a isso, a Turquia está atrasando sua operação militar na referida cidade.

Anteriormente, o presidente turco Recep Tayyip Erdogan havia anunciado que, se os EUA não se retirarem da Síria, Ancara estaria pronta para lançar uma operação no leste do Eufrates, assim como em Manbij, contra as forças de autodefesa dos curdos sírios.

Em meados de dezembro de 2018, o líder americano, Donald Trump, declarou a vitória sobre o grupo de militantes Daesh …

Retirada do motor do caça F-35A leva 36 horas

A Força Aérea dos EUA (USAF) revelou em um press release que a retirada para manutenção de motor de um caça F-35A leva 36 horas.


Poder Aéreo

A informação foi divulgada em um comunicado sobre o deslocamento dos caças F-35A Lightning II da 33ª Ala de Combate da Eglin AFB para a Base da Força Aérea de Barksdale, Louisiana, por causa do furacão Michael que atingiu a Flórida.

Motor P&W F135 do F-35 na linha de montagem

Todas as aeronaves da 33ª FW precisavam de uma inspeção em uma linha de combustível no motor e peças dentro de um número de lote específico teriam que ser removidas e substituídas. O problema se agravou porque os F-35 estavam longe de sua base, sem as ferramentas adequadas. A sorte desta vez é que conseguiram descobrir uma maneira de realizar a inspeção sem precisar remover o motor.

O tempo de 36 horas de retirada de motor de um caça é inédito, já que as aeronaves modernas são projetadas para facilitar a manutenção, tornando as operações mais frequentes de forma mais rápida e econômica possível.

Mas este não é claramente o caso do F-35, e as 72 horas necessárias para trocar seu motor explicam em parte o custo operacional de mais de US$ 1 trilhão estimado para os 2.700 caças F-35 que o Pentágono deve encomendar.

Outras aeronaves não sofrem os mesmos pesadelos de manutenção.

O Dassault Rafale, por exemplo, requer apenas três horas para trocar um motor — ou seja, para remover um motor e substituí-lo por outro — ou 1/24 do tempo necessário para o F-35A.

E a cifra de três horas do Rafale não vem de uma brochura da Dassault, mas de uma reportagem da Marinha dos EUA publicada em 2010 e que relata como, durante um destacamento a bordo do porta-aviões USS Truman, uma “equipe de manutenção da Marinha Francesa de sete homens do esquadrão Rafale 12F completou a troca do motor em três horas.”

Postar um comentário

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas