Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Militares juntam-se à polícia em protesto dos "coletes amarelos". Há 31 detidos

Os militares da operação antiterrorista "Sentinela" foram mobilizados para proteger as principais instituições francesas. Ao final da manhã, os coletes amarelos eram ainda em pequeno número na capital e quase invisíveis entre a população.
Diário de Notícias

As forças armadas francesas juntaram-se à polícia, este sábado, em Paris, para enfrentar o 19º fim de semana consecutivo de protestos dos coletes amarelos contra o governo do presidente Emmanuel Macron. Ao final da manhã, com os locais habituais de manifestação interditos e o reforço militar junto às principais instituições francesas, os "coletes amarelos" passavam quase despercebidos entre turistas e parisienses.

Segundo a Reuters, o governo francês decidiu mobilizar os militares da operação antiterrorista "Sentinela", depois de ter proibido os manifestantes de se reunirem nos Campos Elísios, onde no último fim de semana dezenas de lojas foram destruídas e algumas completamente pilhadas.

Além da presença …

Retirada do motor do caça F-35A leva 36 horas

A Força Aérea dos EUA (USAF) revelou em um press release que a retirada para manutenção de motor de um caça F-35A leva 36 horas.


Poder Aéreo

A informação foi divulgada em um comunicado sobre o deslocamento dos caças F-35A Lightning II da 33ª Ala de Combate da Eglin AFB para a Base da Força Aérea de Barksdale, Louisiana, por causa do furacão Michael que atingiu a Flórida.

Motor P&W F135 do F-35 na linha de montagem

Todas as aeronaves da 33ª FW precisavam de uma inspeção em uma linha de combustível no motor e peças dentro de um número de lote específico teriam que ser removidas e substituídas. O problema se agravou porque os F-35 estavam longe de sua base, sem as ferramentas adequadas. A sorte desta vez é que conseguiram descobrir uma maneira de realizar a inspeção sem precisar remover o motor.

O tempo de 36 horas de retirada de motor de um caça é inédito, já que as aeronaves modernas são projetadas para facilitar a manutenção, tornando as operações mais frequentes de forma mais rápida e econômica possível.

Mas este não é claramente o caso do F-35, e as 72 horas necessárias para trocar seu motor explicam em parte o custo operacional de mais de US$ 1 trilhão estimado para os 2.700 caças F-35 que o Pentágono deve encomendar.

Outras aeronaves não sofrem os mesmos pesadelos de manutenção.

O Dassault Rafale, por exemplo, requer apenas três horas para trocar um motor — ou seja, para remover um motor e substituí-lo por outro — ou 1/24 do tempo necessário para o F-35A.

E a cifra de três horas do Rafale não vem de uma brochura da Dassault, mas de uma reportagem da Marinha dos EUA publicada em 2010 e que relata como, durante um destacamento a bordo do porta-aviões USS Truman, uma “equipe de manutenção da Marinha Francesa de sete homens do esquadrão Rafale 12F completou a troca do motor em três horas.”

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas