Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

EUA entregam armas modernas a forças curdas da Síria, escreve mídia

Os opositores americanos da retirada das tropas dos EUA da Síria entregaram armas modernas às Unidades de Proteção Popular (YPG), escreveu o jornal turco Yeni Akit, citando fontes locais.
Sputnik

A edição destaca que o fornecimento é referente a um grande número de modernos sistemas de mísseis antitanque Javelin e Tow. Supõe-se que os curdos usem essas armas contra tanques turcos, que logo entrarão em Manbij, no norte da Síria.


Segundo a publicação, as forças especiais turcas estão no momento realizando buscas por esses complexos nesta cidade e, devido a isso, a Turquia está atrasando sua operação militar na referida cidade.

Anteriormente, o presidente turco Recep Tayyip Erdogan havia anunciado que, se os EUA não se retirarem da Síria, Ancara estaria pronta para lançar uma operação no leste do Eufrates, assim como em Manbij, contra as forças de autodefesa dos curdos sírios.

Em meados de dezembro de 2018, o líder americano, Donald Trump, declarou a vitória sobre o grupo de militantes Daesh …

Rússia acusa EUA de prenderem cidadão russo após detenção de ex-fuzileiro norte-americano

Detenções podem complicar ainda mais os laços entre Washington e Moscou, apesar do desejo externado pelos presidentes Donald Trump e Vladimir Putin de construírem uma boa relação pessoal.


Reuters

O Ministério das Relações Exteriores da Rússia disse neste sábado (5) que os Estados Unidos detiveram um cidadão russo dias depois de Moscou ter prendido o ex-fuzileiro naval norte-americano Paul Whelan por suspeita de espionagem.

Resultado de imagem para Ministério das Relações Exteriores da Rússia
Ministério das Relações Exteriores da Rússia | © Sputnik / Maksim Blinov

Whelan foi preso pelo Serviço de Segurança Federal russo no dia 28 de dezembro. A família do ex-fuzileiro diz que ele é inocente e que estava em Moscou por causa de um casamento.

O ministério afirmou que os EUA prenderam o cidadão russo Dmitry Makarenko nas Ilhas Mariana do Norte no dia 29 de dezembro, e o levaram para a Flórida.

"Makarenko, nascido em 1979, chegou à Ilha Saipan com sua mulher, crianças e parentes mais velhos. Ele foi preso pelo FBI no aeroporto logo após a sua chegada”, disse o ministério.

A embaixada norte-americana em Moscou não comentou o ocorrido.

As acusações de ambos os lados podem complicar ainda mais os laços entre Washington e Moscou, apesar do desejo externado pelos presidentes Donald Trump e Vladimir Putin de construírem uma boa relação pessoal.

O secretário de Estado norte-americano, Mike Pompeo, afirmou nesta semana que Washington pediu a Moscou que explique a prisão de Whelan e que vai exigir o seu imediato retorno caso a detenção não tenha uma justificativa plausível.

Postar um comentário

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas