Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Defesa do Brasil tem maior gasto com pessoal na década, e investimento militar cai

Despesas com ativos e inativos crescem R$ 7,1 bi em 2019, reflexo de aumento salarial
Por Igor Gielow e Gustavo Patu | Folha de S.Paulo

A previsão de gasto militar para o primeiro ano de governo do capitão reformado do Exército Jair Bolsonaro (PSL) traz o maior aumento de despesa com pessoal em dez anos e uma redução expressiva do investimento em programas de reequipamento das Forças Armadas.
Não fosse uma criatividade contábil dos militares, que conseguiram recursos com a capitalização de uma estatal para comprar novos navios, a despesa de investimento seria a menor desde 2009.

A Folha analisou a série histórica com a ferramenta de acompanhamento orçamentário Siga Brasil, do Senado. Para este ano, o Ministério da Defesa, ainda na gestão Michel Temer (MDB), planejou gastar R$ 104,2 bilhões, o quarto maior volume da Esplanada.

Desse montante, R$ 81,1 bilhões irão para pessoal, R$ 13,3 bilhões, para gastos correntes (custeio) e R$ 9,8 bilhões, para investimentos. Os valores não incluem o con…

Rússia e África têm 'grande' potencial de cooperação industrial e militar, diz ministro

O ministro russo da Indústria e Comércio, Denis Manturov, disse nesta quarta-feira (16) que há um grande potencial de cooperação entre a Rússia e a África no setor Industrial, acrescentando que empresas russas são capazes de fortalecer sua presença no mercado africano.


Sputnik

"Há um grande potencial para para cooperação russo-africana nos setores militar-técnico e industrial. As empresas russas são capazes de fortalecer suas posições no mercado africano através do uso correto de suas vantagens. Nós esperamos que o interesse nessa região cresça entre os industriais russos com o tempo. Em qualquer nível, nós faremos tudo que pudermos para isso", disse Manturov, conforme citação da Fundação Roscongress.


Resultado de imagem para Denis Manturov
Denis Manturov | Reprodução

De acordo com a fundação, uma grande organizadora de convenções e exibições de eventos, tanto na Rússia como no exterior, decisões foram tomadas durante uma reunião com Anton Kobyakov, um conselheiro do presidente da Rússia, Vladimir Putin, e com o professor Benedict Oramah, presidente da mesa de diretores do Banco Africano de Exportação-Importação (Afreximbank).

Como resultado da reunião, será realizado o 1º Fórum Rússia-África de Negócios, em outubro de 2019, a cidade russa de Sochi. O evento fará parte do encontro Rússia-África.

O evento receberá os líderes dos Estados africanos e representandos russos, africanos de agências internacionais de negócios e de governos, assim como de associações de integração no continente africano.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas