Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Marinha do Brasil prevê inaugurar estação na Antártica em 2020, oito anos após incêndio

Obra é executada por uma empresa chinesa e, segundo a Marinha, se aproxima do final. Incêndio em 2012 destruiu estação, e dois militares morreram.
Por Guilherme Mazui | G1 — Brasília

Passados sete anos desde o incêndio que destruiu a Estação Antártica Comandante Ferraz, a Marinha prevê inaugurar a nova estação em março de 2020.

Executada pela empresa chinesa Ceiec, a obra se aproxima do final, segundo a Marinha, que prevê concluir as obras civis e a instalação de máquinas e mobiliário até 31 de março, iniciando um período de testes do complexo científico até março de 2020. Após os testes, a estação poderá receber militares e pesquisadores.

"A previsão de inauguração é março de 2020, quando os pesquisadores e o Grupo-Base [de militares] deverão ocupar em definitivo as instalações da nova Estação Antártica Comandante Ferraz", informou a Marinha ao G1.

Com investimento de US$ 99,6 milhões, o complexo receberá profissionais que atuam no Programa Antártico Brasileiro (Proantar), criad…

Rússia e África têm 'grande' potencial de cooperação industrial e militar, diz ministro

O ministro russo da Indústria e Comércio, Denis Manturov, disse nesta quarta-feira (16) que há um grande potencial de cooperação entre a Rússia e a África no setor Industrial, acrescentando que empresas russas são capazes de fortalecer sua presença no mercado africano.


Sputnik

"Há um grande potencial para para cooperação russo-africana nos setores militar-técnico e industrial. As empresas russas são capazes de fortalecer suas posições no mercado africano através do uso correto de suas vantagens. Nós esperamos que o interesse nessa região cresça entre os industriais russos com o tempo. Em qualquer nível, nós faremos tudo que pudermos para isso", disse Manturov, conforme citação da Fundação Roscongress.


Resultado de imagem para Denis Manturov
Denis Manturov | Reprodução

De acordo com a fundação, uma grande organizadora de convenções e exibições de eventos, tanto na Rússia como no exterior, decisões foram tomadas durante uma reunião com Anton Kobyakov, um conselheiro do presidente da Rússia, Vladimir Putin, e com o professor Benedict Oramah, presidente da mesa de diretores do Banco Africano de Exportação-Importação (Afreximbank).

Como resultado da reunião, será realizado o 1º Fórum Rússia-África de Negócios, em outubro de 2019, a cidade russa de Sochi. O evento fará parte do encontro Rússia-África.

O evento receberá os líderes dos Estados africanos e representandos russos, africanos de agências internacionais de negócios e de governos, assim como de associações de integração no continente africano.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas