Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Marinha do Brasil prevê inaugurar estação na Antártica em 2020, oito anos após incêndio

Obra é executada por uma empresa chinesa e, segundo a Marinha, se aproxima do final. Incêndio em 2012 destruiu estação, e dois militares morreram.
Por Guilherme Mazui | G1 — Brasília

Passados sete anos desde o incêndio que destruiu a Estação Antártica Comandante Ferraz, a Marinha prevê inaugurar a nova estação em março de 2020.

Executada pela empresa chinesa Ceiec, a obra se aproxima do final, segundo a Marinha, que prevê concluir as obras civis e a instalação de máquinas e mobiliário até 31 de março, iniciando um período de testes do complexo científico até março de 2020. Após os testes, a estação poderá receber militares e pesquisadores.

"A previsão de inauguração é março de 2020, quando os pesquisadores e o Grupo-Base [de militares] deverão ocupar em definitivo as instalações da nova Estação Antártica Comandante Ferraz", informou a Marinha ao G1.

Com investimento de US$ 99,6 milhões, o complexo receberá profissionais que atuam no Programa Antártico Brasileiro (Proantar), criad…

Rússia mantém reconhecimento de Maduro como presidente legítimo da Venezuela

A posição da Rússia sobre o reconhecimento de Nicolás Maduro como presidente legítimo da Venezuela não vai mudar, apesar do fato de vários estados terem reconhecido o líder da oposição como o presidente do país latino-americano, disse Andrei Klimov, membro da Câmara Alta, à Sputnik nesta quarta-feira (23).


Sputnik

No começo do dia, o líder da oposição venezuelana, Juan Guaidó, novo presidente da Assembleia Nacional, liderada pela oposição, disse em um comício em Caracas que ele jurou assumir os poderes executivos.


Policiais durante confronto com manifestantes antigovernamentais em Caracas, Venezuela
© AFP 2018 / Federico Parra

Os Estados Unidos, Colômbia, Brasil, Paraguai entre outros, já o reconheceram como presidente interino da Venezuela.

"A Rússia já reconheceu o presidente legalmente eleito da Venezuela Maduro, [vice-presidente da Câmara Alta Ilyas] Umakhanov estava na inauguração, expressou parabéns. Nada vai mudar em sua posição [na Rússia]", disse Klimov, que serve como vice-presidente da Comissão de Assuntos Internacionais da Câmara Alta Russa.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas