Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

EUA e Rússia revivem a Guerra Fria no Oriente Médio com duas cúpulas

Reuniões paralelas, na Polônia e na Rússia, representaram a revitalização do rompimento entre as potências sobre o Irã, a guerra na Síria e o conflito entre Israel e a Palestina
Juan Carlos Sanz e María R. Sahuquillo | El País
Sochi / Jerusalém - Em 1991, a Conferência de Madri estabeleceu um modelo para o diálogo multilateral no Oriente Médio após o fim da Guerra Fria, que havia colocado Washington contra Moscou na disputa pela hegemonia em uma região estratégica. Transcorridos mais de 27 anos, dois conclaves paralelos representaram nesta quinta-feira em Varsóvia (Polônia) e Sochi (Rússia) a revitalização do rompimento entre as potências sobre o Irã, a guerra na Síria e o conflito israelo-palestino. Os Estados Unidos e a Rússia, copresidentes em Madri em 1991, já não atuam mais como mediadores para aliviar as tensões e, mais uma vez, assumem um lado entre as partes conflitantes.

No fórum da capital polonesa, a diplomacia dos EUA chegou a um impasse ao reunir mais de 60 países em uma reu…

Rússia registra violações de cessar-fogo na Síria

O Centro Russo para Reconciliação Síria disse nesta quinta-feira (31) que, ao longo das últimas 24 horas, registrou ao menos 4 violações de cessar-fogo na província síria de Idlib.


Sputnik

A região é hoje uma zona dedicada à diminuição de conflitos na Síria.


Retrato do presidente da Síria, Bashar Assad, no subúrbio de Aleppo
© Sputnik / Mikhail Voskresenskiy

"Apesar do regime de cessar-fogo estabelecido no país, ainda há casos de violação de cessar-fogo na zona de diminuição de conflitos de Idlib", afirmou o líder do Centro, o Tenente General Sergei Solomatin.

Solomatin também detalhou que terroristas atacaram Tall-Bazam, na província de Hama, assim como duas vezes atacaram Nahseba, na província de Latakia. O último ataque aconteceu em Wrah, na província de Aleppo.

O Centro também realizou entregas humanitárias na cidade de Aleppo, levando uma tonelada de pão fresco a pessoas com dificuldades de encontrar alimentos.

A Síria está em estado de guerra civil desde 2011. As forças do governo estão em conflito com numerosos grupos de oposição, militantes e organizações terroristas. A Rússia, assim como a Turquia e o Irã, é garantidora do regime de cessar-fogo na Síria. Moscou também tem fornecido ajuda humanitária aos residentes da Síria.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas