Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Irã ameaça romper limite de reservas de urânio; entenda o que país pode fazer se sair de acordo nuclear

Sem regulação, país pode adotar equipamentos mais modernos e rápidos e ampliar volume de enriquecimento de material que pode ser usado em armas nucleares. Acordo foi firmado em 2015 entre Irã e mais seis países, mas Trump retirou EUA em maio de 2018.
Associated Press

O Irã anunciou que irá exceder o limite de reservas de urânio determinado pelo acordo nuclear de 2015, ampliando as tensões no Oriente Médio.

O prazo de 27 de junho dado por Teerã vem antes de outra data limite, 7 de julho, para que a Europa apresente melhores termos para que o país permaneça no acordo. Se essa segunda data passar sem nenhuma ação, o presidente iraniano Hassan Rouhani diz que a república islâmica irá provavelmente retomar o alto enriquecimento de urânio.

Veja a seguir em que situação está o programa nuclear do Irã atualmente:

O acordo nuclear

O Irã fechou um acordo nuclear em 2015 com Estados Unidos, França, Alemanha, Reino Unido, Rússia e China. O acordo, formalmente conhecido como Plano de Ação Conjunto Abran…

Rússia registra violações de cessar-fogo na Síria

O Centro Russo para Reconciliação Síria disse nesta quinta-feira (31) que, ao longo das últimas 24 horas, registrou ao menos 4 violações de cessar-fogo na província síria de Idlib.


Sputnik

A região é hoje uma zona dedicada à diminuição de conflitos na Síria.


Retrato do presidente da Síria, Bashar Assad, no subúrbio de Aleppo
© Sputnik / Mikhail Voskresenskiy

"Apesar do regime de cessar-fogo estabelecido no país, ainda há casos de violação de cessar-fogo na zona de diminuição de conflitos de Idlib", afirmou o líder do Centro, o Tenente General Sergei Solomatin.

Solomatin também detalhou que terroristas atacaram Tall-Bazam, na província de Hama, assim como duas vezes atacaram Nahseba, na província de Latakia. O último ataque aconteceu em Wrah, na província de Aleppo.

O Centro também realizou entregas humanitárias na cidade de Aleppo, levando uma tonelada de pão fresco a pessoas com dificuldades de encontrar alimentos.

A Síria está em estado de guerra civil desde 2011. As forças do governo estão em conflito com numerosos grupos de oposição, militantes e organizações terroristas. A Rússia, assim como a Turquia e o Irã, é garantidora do regime de cessar-fogo na Síria. Moscou também tem fornecido ajuda humanitária aos residentes da Síria.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas