Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Diretor de Projetos da Marinha do Brasil diz que Programa Tamandaré não será afetado por cortes no orçamento

Convidado para falar a empresários catarinenses durante a reunião do Comitê da Indústria da Defesa (Comdefesa), da Fiesc, o vice-almirante Petronio Augusto Siqueira de Aguiar, diretor de Projetos da Marinha do Brasil, garantiu na manhã desta quinta-feira que o bloqueio de verbas do governo federal não vai afetar o andamento do projeto de construção de quatro navios da Marinha em Itajaí.
Poder Naval

Ele confirmou que o recurso previsto para a empreitada, de R$ 2,5 bilhões, está contingenciado – mas acredita que isso será revertido no segundo semestre. – Esse projeto não tem volta. O Brasil e a Marinha precisam modernizar a frota – afirmou.

A Marinha foi a principal atingida pelo bloqueio de verbas no setor de Defesa, que soma R$ 13 bilhões. O recurso para as corvetas está com a Emgepron, empresa de projetos da Marinha que negocia os termos do contrato com o consórcio Águas Azuis, vencedor da concorrência pública para construção das embarcações.

O grupo tem entre as consorciadas a alemã Thys…

Saab assina contrato com o Exército Brasileiro para fornecimento do RBS 70 NG

A Saab assinou um contrato com o Exército Brasileiro para fornecimento do RBS 70 NG – a nova geração do Sistema Míssil de Baixa Altura Telecomandado RBS 70.


Forças Terrestres

Além do posto de tiro, o pedido também inclui simuladores para adestramento do atirador e outros acessórios. Este é o primeiro pedido do Exército Brasileiro da nova versão do RBS 70 e representa um incremento significativo na capacidade de defesa antiaérea. O RBS 70 dota a artilharia antiaérea do Exército Brasileiro desde 2014 e desempenhou um papel de destaque em 2016, ao integrar a defesa antiaérea das Olimpíadas ocorridas naquele ano, no Rio de Janeiro.



“É com grande prazer que recebemos o Exército Brasileiro como nosso mais novo cliente do RBS 70 NG. Vemos a decisão de continuar a utilizar nosso sistema como uma prova clara de sua confiança na solução de defesa antiaérea de última geração da Saab. O RBS 70 NG oferece capacidade operacional diurna/noturna, guiamento laser imune a interferências e função ‘acompanhamento automático do alvo’ que aumenta a precisão do engajamento”, diz Görgen Johansson, Head da área de negócios Dynamics da Saab.

O portfólio de sistemas de mísseis de baixa altura telecomandados da Saab inclui o RBS 70 e a sua nova versão, o RBS 70 NG. O RBS 70 possui um histórico impressionante no mercado internacional, com mais de 1.600 postos de tiro e mais de 17.000 mísseis entregues para dezenove países.

Essa encomenda foi feita durante o quarto trimestre de 2018.

DIVULGAÇÃO: MSLGROUP/Publicis Consultants

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas