Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

'Queremos que a Venezuela volte à democracia', diz Bolsonaro a TV dos EUA

Em entrevista à Fox News, o presidente também defendeu o muro para separar EUA do México. Nesta terça, ele vai se encontrar com Donald Trump.
Por G1

O presidente Jair Bolsonaro disse em entrevista à TV norte-americana na madrugada desta terça-feira (19) que a Venezuela estará no centro das discussões durante o encontro com o presidente dos EUA, Donald Trump, na Casa Branca, nesta tarde.

Ao canal Fox News, Bolsonaro reafirmou que o presidente norte-americano mantém "todas as opções na mesa"em relação à Venezuela. "Nós não podemos falar em todas as possibilidades, mas o que for possível de forma diplomática", disse Bolsonaro, segundo tradutor da emissora.

A entrevista foi ao ar com tradução simultânea, e em alguns trechos não foi possível ouvir o que o presidente respondeu. Bolsonaro disse que o Brasil é o país mais interessado em pôr fim ao governo de Nicolás Maduro.

O presidente afirmou que o governo brasileiro está alinhado ao de Trump. "Hoje temos nova ideologia,…

Surgem FOTOS que mostram suposta concentração de forças turcas na fronteira com Síria

Na rede apareceram fotos com o suposto avanço de veículos militares turcos em direção a áreas, perto da fronteira síria, na sua maioria governadas por curdos.


Sputnik

A movimentação pode indicar a suposta preparação de Ancara para iniciar uma operação militar contra as forças da oposição.



Na segunda-feira (31), o correspondente da Sputnik informou sobre a implementação de forças do exército sírio ao longo da fronteira ocidental da região de Manbij, na província de Aleppo. De acordo com uma fonte no local, as tropas foram enviadas para impedir o avanço das forças do Escudo do Eufrates, alinhadas com a Turquia, em direção à cidade de Manbij.


Mais cedo, em 28 de dezembro, o Estado-Maior das Forças Armadas da Síria divulgou um comunicado, segundo o qual o exército sírio, em resposta aos apelos da população, entrou em Manbij, controlado anteriormente pelas formações curdas, e hasteou ali a bandeira síria.


Anteriormente, as forças das Unidades de Proteção Popular (YPG) se dirigiram ao governo sírio pedindo para estabelecer o controle sobre as áreas por eles abandonadas, em particular em Manbij, para protegê-las da invasão turca.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas