Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

EUA entregam armas modernas a forças curdas da Síria, escreve mídia

Os opositores americanos da retirada das tropas dos EUA da Síria entregaram armas modernas às Unidades de Proteção Popular (YPG), escreveu o jornal turco Yeni Akit, citando fontes locais.
Sputnik

A edição destaca que o fornecimento é referente a um grande número de modernos sistemas de mísseis antitanque Javelin e Tow. Supõe-se que os curdos usem essas armas contra tanques turcos, que logo entrarão em Manbij, no norte da Síria.


Segundo a publicação, as forças especiais turcas estão no momento realizando buscas por esses complexos nesta cidade e, devido a isso, a Turquia está atrasando sua operação militar na referida cidade.

Anteriormente, o presidente turco Recep Tayyip Erdogan havia anunciado que, se os EUA não se retirarem da Síria, Ancara estaria pronta para lançar uma operação no leste do Eufrates, assim como em Manbij, contra as forças de autodefesa dos curdos sírios.

Em meados de dezembro de 2018, o líder americano, Donald Trump, declarou a vitória sobre o grupo de militantes Daesh …

Tanque indiano Arjun Mark1-A em testes

Versão Mark1-A terá melhor capacidade de disparo, mobilidade e menor peso


Forças Terrestres

O governo indiano confirmou que a DRDO (Organização de Pesquisa e Desenvolvimento de Defesa) e o Exército Indiano estão realizando testes de desenvolvimento do Arjun Mark-1A atualizado, que agora vem com mais de 93 modificações feitas na primeira versão Arjun Mark1, que foi introduzida pela primeira vez de 2011 em unidades do Exército Indiano.

MBT Arjun Mk1

O Arjun Mark1-A é, na verdade, um trabalho anterior que foi idealizado para desenvolver a variante Mark2, que agora está passando por melhorias adicionais e redução de peso e deverá estar pronta para produção em alguns anos.

Após uma melhora considerável em sua blindagem e com várias modificações e melhoramentos, o peso do tanque atual subiu para 68 toneladas, de 58 toneladas da variante Mark1.

O Exército Indiano tardiamente exigiu até 3 toneladas de redução de peso em 2016. De acordo com estudos da DRDO que exigiram um casco reconfigurado para perder todo o peso extra que ele ganhou devido às exigências do Exército, uma considerável quantidade de tempo e testes foram necessários para recertificar o casco e a torre recém-reconfigurados.

O Ministério da Defesa (MOD) recomendou ao Exército Indiano a aceitar 118 unidades da variante Arjun Mark1-A, enquanto a DRDO continua a desenvolver a variante Mark2.

Para ampliar o desenvolvimento, o casco e a torre foram terceirizados para Reliance Infra em 2017 e a CVRDE já recebeu o primeiro casco e as torres da empresa antes do cronograma em 2018, que provavelmente serão usados no Arjun Mark1-A.

Postar um comentário

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas