Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

EUA entregam armas modernas a forças curdas da Síria, escreve mídia

Os opositores americanos da retirada das tropas dos EUA da Síria entregaram armas modernas às Unidades de Proteção Popular (YPG), escreveu o jornal turco Yeni Akit, citando fontes locais.
Sputnik

A edição destaca que o fornecimento é referente a um grande número de modernos sistemas de mísseis antitanque Javelin e Tow. Supõe-se que os curdos usem essas armas contra tanques turcos, que logo entrarão em Manbij, no norte da Síria.


Segundo a publicação, as forças especiais turcas estão no momento realizando buscas por esses complexos nesta cidade e, devido a isso, a Turquia está atrasando sua operação militar na referida cidade.

Anteriormente, o presidente turco Recep Tayyip Erdogan havia anunciado que, se os EUA não se retirarem da Síria, Ancara estaria pronta para lançar uma operação no leste do Eufrates, assim como em Manbij, contra as forças de autodefesa dos curdos sírios.

Em meados de dezembro de 2018, o líder americano, Donald Trump, declarou a vitória sobre o grupo de militantes Daesh …

Turquia anuncia ter liquidado 7 terroristas no norte do Iraque

O exército turco matou ou capturou sete militantes durante uma operação antiterrorista no norte do Iraque, informou a mídia local citando o Estado Maior Turco.


Sputnik

O comando informou neste domingo que aviões militares turcos realizaram ataques aéreos na região de Avasin-Basyan. O alvo eram terroristas, cujo objetivo era realizar incursões contra bases turcas na região, de acordo com a agência de notícias Anadolu.


Militares turcos na fronteira entre a Turquia e Iraque
Militares turcos © AFP 2018 / Mustafa Ozer

Abrigos terroristas e depósitos de armas foram destruídos durante a operação, informou a agência.

As forças turcas estão envolvidas em incursões contra o Partido dos Trabalhadores do Curdistão (PKK), considerado por Ancara como uma organização terrorista. As ações contra o PKK são empreendidas em toda a Turquia e no norte do Iraque.

PKK exige o estabelecimento de uma autonomia curda na região desde o início dos anos 80, o que levou ao contínuo conflito com Ancara. Em 2013, o acordo de cessar-fogo foi alcançado entre os dois lados do conflito. A trégua entrou em colapso dois anos depois, após uma série de ataques supostamente cometidos pelos militantes do PKK.

Postar um comentário

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas