Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Empresa chinesa faz peças para F-35? Revelação surge em meio a polêmicas envolvendo Huawei

Em meio à briga contínua entre os EUA e a gigante tecnológica chinesa Huawei, classificada como ameaça à segurança por Washington, verificou-se que uma subsidiária com sede no Reino Unido de uma companhia chinesa fabrica peças para os jatos americanos F-35.
Sputnik

Trata-se da companhia chinesa Exception PCB, com sede no condado britânico de Gloucestershire, que fabrica placas de circuitos que controlam os motores, iluminação, combustível e sistemas de navegação dos caças F-35 – o sistema de armas mais caro já feito.

De acordo com a emissora britânica Sky, citando materiais divulgados pelo Ministério da Defesa do Reino Unido, a empresa que fabrica componentes para os caças da Lockheed Martin foi comprada em 2013 pela companhia chinesa Shenzhen Fastprint, que inclusive já participou da fabricação de caças Eurofighter Typhoon e de helicópteros de ataque Apache.

"A Exception PCB, com sede em Gloucestershire, fabrica placas de circuito impresso que controlam muitas das principais capacid…

Turquia e Grécia de olho nas fragatas OHP da Austrália

Turquia e Grécia continuam a procurar por navios de guerra de segunda mão.


Poder Naval

A Grécia quer comprar as duas últimas fragatas FFG-7 (Oliver Hazard Perry – OHP) australianas da classe “Adelaide”, HMAS Melbourne e HMAS Newcastle, equipadas com avançados sistemas de mísseis antiaéreos SM-2 e ESSM.

HMAS Melbourne (FFG 05), da classe Adelaide

A Grécia pode solicitar um certificado de usuário “end-to-end” dos EUA.

A Turquia já opera oito fragatas OHP e modernizou os sistemas dos navios com tecnologia nacional.

A Grécia opera fragatas de projeto alemão Meko-200HN e holandês classe “Kortenaer”.

Os detalhes de modernização das fragatas australianas estão no gráfico abaixo.



Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas