Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

General brasileiro em forças dos EUA atrapalha laços com Moscou e Pequim, diz especialista

A decisão do Brasil de enviar um oficial para integrar as Forças Armadas dos Estados Unidos deve atrapalhar as relações do país com importantes aliados, como China e Rússia. A avaliação é do especialista em Relações Internacionais Paulo Velasco, que conversou nesta segunda-feira com a Sputnik sobre esse polêmico assunto.
Sputnik

Na última semana, se tornou pública no Brasil a notícia de que o país indicará, até o final do ano, um general para assumir um posto no Comando Sul (SouthCom) dos EUA, que cobre América Central, Caribe e América do Sul, provocando controvérsias.


De acordo com o comandante responsável, o almirante Craig Faller, os interesses norte-americanos na região seriam ameaçados por Rússia, China, Irã, Venezuela, Cuba e Nicarágua, países com os quais o Brasil poderá ter relações prejudicadas por conta dessa situação, conforme acredita Velasco, professor adjunto de Política Internacional do Departamento de Relações Internacionais da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (U…

1º sistema de mísseis russos S-350 Vityaz será posicionado na área de São Petersburgo

O primeiro novíssimo sistema de mísseis terra-ar de médio alcance S-350 Vityaz será enviado ao centro de formação da Força Aeroespacial da Rússia da região de Leninegrado (zona metropolitana em torno de São Petersburgo), comunicou na terça-feira (5) o Ministério da Defesa da Rússia.


Sputnik

"A Força Aeroespacial receberá em 2019 pela primeira vez o novíssimo sistema de mísseis S-350 Vityaz. O sistema será instalado no centro de formação da Força Aeroespacial da região de Leninegrado. Primeiramente, o pessoal será treinado a usar o novo equipamento", fala o comunicado da entidade.


Ssistema de mísseis russos S-350 Vityaz
S-350 Vityaz © Sputnik / Ramil Sitdikov

O sistema de nova geração S-350 Vityaz, desenvolvido pela empresa Almaz-Antey, é um veículo autopropulsado lançador de mísseis. O sistema usa radares multi-função com escaneamento eletrônico do espaço e um posto de comando instalado no chassi do veículo especial BAZ. O S-350 Vityaz dispara mísseis terra-ar de médio alcance, usados no sistema S-400, bem como mísseis de curto alcance.

De acordo com os desenvolvedores, as capacidades do sistema são superiores às dos seus homólogos estrangeiros, devendo substituir o S-300 com mísseis V55R, cujo prazo de vida útil cessou em 2015.

Comentários

Postagens mais visitadas