Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Os mísseis russos que se tornaram alvo de disputa entre EUA e Turquia

A Turquia, dona do segundo maior Exército entre os 29 países que compõem a Otan (Organização do Tratado do Atlântico Norte), está prestes a adquirir mísseis antiaéreos S-400.
BBC News Brasil

Os S-400 são os mísseis "terra-ar" mais avançados do mundo e se tornaram motivo de uma disputa entre Turquia e Estados Unidos que pode ameaçar a aliança militar das potências ocidentais.

Isso porque os S-400 são fabricados na Rússia, o principal rival da organização fundada em 1949 justamente para se opor à então União Soviética.

A insistência da Turquia em adquirir os mísseis russos irritou os Estados Unidos, que encaram a decisão como uma potencial ameaça para seus aviões de combate F-35, também em vias de serem comprados pelos turcos.
Troca de farpas

"Não ficaremos de braços cruzados enquanto os aliados da Otan compram armas dos nossos adversários", advertiu o vice-presidente dos EUA, Mike Pence, durante um encontro organizado há poucos dias em Washington para celebrar o aniversár…

1º sistema de mísseis russos S-350 Vityaz será posicionado na área de São Petersburgo

O primeiro novíssimo sistema de mísseis terra-ar de médio alcance S-350 Vityaz será enviado ao centro de formação da Força Aeroespacial da Rússia da região de Leninegrado (zona metropolitana em torno de São Petersburgo), comunicou na terça-feira (5) o Ministério da Defesa da Rússia.


Sputnik

"A Força Aeroespacial receberá em 2019 pela primeira vez o novíssimo sistema de mísseis S-350 Vityaz. O sistema será instalado no centro de formação da Força Aeroespacial da região de Leninegrado. Primeiramente, o pessoal será treinado a usar o novo equipamento", fala o comunicado da entidade.


Ssistema de mísseis russos S-350 Vityaz
S-350 Vityaz © Sputnik / Ramil Sitdikov

O sistema de nova geração S-350 Vityaz, desenvolvido pela empresa Almaz-Antey, é um veículo autopropulsado lançador de mísseis. O sistema usa radares multi-função com escaneamento eletrônico do espaço e um posto de comando instalado no chassi do veículo especial BAZ. O S-350 Vityaz dispara mísseis terra-ar de médio alcance, usados no sistema S-400, bem como mísseis de curto alcance.

De acordo com os desenvolvedores, as capacidades do sistema são superiores às dos seus homólogos estrangeiros, devendo substituir o S-300 com mísseis V55R, cujo prazo de vida útil cessou em 2015.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas