Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Militares juntam-se à polícia em protesto dos "coletes amarelos". Há 31 detidos

Os militares da operação antiterrorista "Sentinela" foram mobilizados para proteger as principais instituições francesas. Ao final da manhã, os coletes amarelos eram ainda em pequeno número na capital e quase invisíveis entre a população.
Diário de Notícias

As forças armadas francesas juntaram-se à polícia, este sábado, em Paris, para enfrentar o 19º fim de semana consecutivo de protestos dos coletes amarelos contra o governo do presidente Emmanuel Macron. Ao final da manhã, com os locais habituais de manifestação interditos e o reforço militar junto às principais instituições francesas, os "coletes amarelos" passavam quase despercebidos entre turistas e parisienses.

Segundo a Reuters, o governo francês decidiu mobilizar os militares da operação antiterrorista "Sentinela", depois de ter proibido os manifestantes de se reunirem nos Campos Elísios, onde no último fim de semana dezenas de lojas foram destruídas e algumas completamente pilhadas.

Além da presença …

Blindado tão esperado pelos EUA é destroçado por soldados nos primeiros dias de serviço

Mais de 4 anos foram necessários para organizar as entregas para as Forças Armadas dos EUA do novíssimo veículo tático conhecido sob a sigla em inglês JLTV (veículos táticos leves), mas os soldados americanos o quebraram em menos de quatro dias, informa o Task&Purpose.


Sputnik

Um acidente com um veículo tático ocorreu no centro de treinamento de Fort Stewart, na Geórgia. De acordo com a edição, a brigada de tanques recebeu o primeiro JLTV em 14 de janeiro mas o veículo ficou inoperacional em poucos dias.


Novo JLTV da 3ª Divisão de Infantaria 72 horas depois | U.S. Army WTF

Durante as aulas da condução, um veículo novo de 6 toneladas capotou, o capô se abriu e diversas peças de plástico caíram, sendo visíveis vestígios de derramamento de líquido. Os militares não foram afetados. De notar que o veículo blindado foi produzido pelo fabricante de caças supersônicos Lockheed Martin.

"Este carro novo é dirigido de maneira diferente do que o Humvee ou MRAP. Agora os motoristas estão procurando a técnica correta de o dirigir", disse o major Pete Bogart, representante oficial de Fort Stewart.

Segundo ele, os motoristas militares fazem dois cursos de 5 dias para dirigir o novo veículo e as primeiras impressões são positivas, os militares ficaram especialmente impressionados com a direção suave do novo carro.

O JLTV foi desenvolvido para substituir o blindado HMMWV como o veículo utilitário principal dos militares americanos. O novo veículo é 40% mais leve e equipado com um motor híbrido, pode ser lançado de paraquedas e servir como gerador de energia móvel.

No teto do veículo blindado há espaço para um módulo de combate de controle remoto e o armamento pode ser substituível. Podem ser instaladas metralhadoras de 7,62 mm, lançador de granadas automático, mísseis anti-tanque TOW e outras opções.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas