Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Putin ameaça retaliar se EUA instalarem mísseis na Europa

Em seu discurso sobre o estado da nação, presidente russo faz ataques a Washington e promete apontar seu arsenal para os Estados Unidos e para o continente europeu se mísseis americanos atravessarem o Atlântico.
Deutsch Welle

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, alertou nesta quarta-feira (20/02) que seu país responderá a um possível envio de mísseis americanos à Europa, fazendo com que não apenas os países que receberem esses armamentos se tornem alvos, mas também os Estados Unidos.


Em seu discurso anual sobre o estado da nação em Moscou, Putin elevou o tom ao comentar uma nova e potencial corrida armamentista. Ele afirmou que a reação russa a um possível envio seria rigorosa e que as autoridades em Washington – algumas das quais estariam obcecadas com o "excepcionalismo" americano – deveriam calcular os riscos antes de tomar qualquer medida.

"É o direito deles de pensar da forma que quiserem. Mas eles sabem fazer cálculos? Tenho certeza que sabem. Deixemos que eles cal…

Caça de elite chinês J-16 recebe capacidade furtiva, afirma mídia

O Exército Popular de Libertação da China recentemente reportou uma nova atualização para o caça chinês J-16.


Sputnik

O caça bimotor de guerra eletrônica de dois lugares deve obter capacidades semelhantes a de um caça furtivo, o que poder permitir que a aeronave não seja detectada por radares, aumentando, assim, as chances de sobreviver além do alcance visual.


Imagem relacionada
Shenyang J-16 | Reprodução


Os caças surgiram com uma nova pintura, cinza-prateada, e com novas capacidades que o aproximam de um caça de quinta geração, principalmente graças às qualidades antirradar, assim como no caça de quinta geração J-20, conforme a revista Military Watch.

Ressaltando que o J-16 é derivado do caça Su-27 e entrou em serviço pela Força Aérea chinesa em 2013. A China conta também com caças J-20 e J-10C.

Após a atualização, a aeronave foi presenteada com diversas capacidades que a deixam muito próxima do J-10C de geração 4++ e o J-20 de quinta geração, além disso, ela pode ser baseada na estrutura do caça Su-35 russo, o que completaria suas camadas furtivas.

Com isso, a aeronave seria capaz de apoiar missões de longo alcance, servindo eficazmente como um complemento ao J-20 e J-10C, sendo possível utilizar o J-20 para conquistar a superioridade aérea, enquanto que o J-16 neutraliza as ameaças inimigas no solo e no mar, já o J-10C pode fornecer um apoio geral para ambos, caso seja necessário.

O J-16 é um caça que possui elevadas capacidades de combate e está previsto que seja a primeira plataforma de lançamento para os mísseis ar-ar PL-21/PL-XX. Vale observar que o J-16 já conta com o míssil ar-ar de longo alcance PL-15.

Além destas especificações, o J-16 deve contar com o empuxo vetorial, já testado no J-10 e configurado para desenvolver no J-11D, sendo outro caça de geração 4++.

Caso a aeronave J-16 seja capaz de transportar os mísseis PL-21/PL-XX, terá fundamental importância em futuras missões, podendo ser um diferencial contra alvos ocidentais, neutralizando cada um deles.

Comentários

Postagens mais visitadas