Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Militares juntam-se à polícia em protesto dos "coletes amarelos". Há 31 detidos

Os militares da operação antiterrorista "Sentinela" foram mobilizados para proteger as principais instituições francesas. Ao final da manhã, os coletes amarelos eram ainda em pequeno número na capital e quase invisíveis entre a população.
Diário de Notícias

As forças armadas francesas juntaram-se à polícia, este sábado, em Paris, para enfrentar o 19º fim de semana consecutivo de protestos dos coletes amarelos contra o governo do presidente Emmanuel Macron. Ao final da manhã, com os locais habituais de manifestação interditos e o reforço militar junto às principais instituições francesas, os "coletes amarelos" passavam quase despercebidos entre turistas e parisienses.

Segundo a Reuters, o governo francês decidiu mobilizar os militares da operação antiterrorista "Sentinela", depois de ter proibido os manifestantes de se reunirem nos Campos Elísios, onde no último fim de semana dezenas de lojas foram destruídas e algumas completamente pilhadas.

Além da presença …

Confira detalhes do misterioso canhão da Coreia do Norte

A peça de artilharia autopropulsada norte-coreana M1978 Koksan foi criada ainda nos anos 70 e tem um canhão de 170 mm que é considerado um dos canhões de maior longo alcance do mundo, informa o portal Russkoe Oruzhie.


Sputnik

Como relata o portal, os especialistas militares acham que esta peça é capaz de atingir alvos a distâncias de até 60 quilômetros. A inteligência americana descobriu a existência desta arma em 1978, tendo sido avistada precisamente na área da cidade de Koksan, foi isso que deu origem a seu nome.


Artilharia pesada norte-coreana. Um chassi Type-59 transporta um canhão de 170 mm L/~65. Graças ao alcance de 60 km, ele pode ter como alvo Seul a partir do Norte, permitindo que seja um dissuasor convencional. Alguns Koksan foram comprados pelo Irã e participaram da guerra contra o Iraque

A publicação diz que o peso desta peça autopropulsada excede 40 toneladas, sua velocidade máxima de deslocamento é 40-45 km/h. As munições são transportadas separadamente, em um veículo especial. A tripulação é constituída por pelo menos 6 militares.

Segundo o artigo, acredita-se que as Forças Armadas da Coreia do Norte reuniram estes canhões autopropulsados em unidades especiais de artilharia, com 36 veículos em cada uma, e eles estariam destinados a efetuar bombardeios em massa contra o território da Coreia do Sul.

Eles deram alguma vantagem contra o exército de Saddam, mas durante as operações de combate foram reveladas várias deficiências: baixa mobilidade e cadência de tiro, não excedendo dois disparos por minuto, pequena vida útil do cano da peça, exigindo sua substituição frequente. Durante os combates, uma dessas armas foi capturada por tropas iraquianas e foi enviado para os Estados Unidos para estudo.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas