Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Militares juntam-se à polícia em protesto dos "coletes amarelos". Há 31 detidos

Os militares da operação antiterrorista "Sentinela" foram mobilizados para proteger as principais instituições francesas. Ao final da manhã, os coletes amarelos eram ainda em pequeno número na capital e quase invisíveis entre a população.
Diário de Notícias

As forças armadas francesas juntaram-se à polícia, este sábado, em Paris, para enfrentar o 19º fim de semana consecutivo de protestos dos coletes amarelos contra o governo do presidente Emmanuel Macron. Ao final da manhã, com os locais habituais de manifestação interditos e o reforço militar junto às principais instituições francesas, os "coletes amarelos" passavam quase despercebidos entre turistas e parisienses.

Segundo a Reuters, o governo francês decidiu mobilizar os militares da operação antiterrorista "Sentinela", depois de ter proibido os manifestantes de se reunirem nos Campos Elísios, onde no último fim de semana dezenas de lojas foram destruídas e algumas completamente pilhadas.

Além da presença …

Dezenas de caminhões com civis saem do último reduto do EI na Síria

Pelo menos 30 caminhões com civis partiram nesta quarta-feira da cidade de Al-Baghuz, o último reduto do grupo terrorista Estado Islâmico (EI) na Síria.


EFE

Al-Baghuz (Síria) - Os ônibus levavam mulheres e menores de idade, mas também alguns homens, conforme foi possível observar da fronteira com o Iraque. Paralelamente, chegaram nesta manhã mais veículos de transporte aos arredores de Al-Baghuz, que fica na margem leste do Rio Eufrates.


Civis abandonam a Síria em foto de 18 de fevereiro.EFE/ Murtaja Lateef
Civis abandonam a Síria em foto de 18 de fevereiro.EFE/ Murtaja Lateef

As Forças da Síria Democrática (FSD), aliança de milícias lideradas pelos curdos que cercam a cidade controlada pelo EI, não informou quantos civis saíram. Na última segunda-feira, as FSD deram o prazo de dois dias para os jihadistas se renderem e deixarem a cidade com suas famílias, na condição de evitar o lançamento do ataque final.

Porta-vozes das FSD explicaram ontem que separariam mulheres de homens em diferentes abrigos. Homens serão levados a centros da província de Al-Hasakah, para depoimento, enquanto menores de idade e mulheres serão enviados ao acampamento de Al Hol, situado na mesma região.

Nesse acampamento já estão 29 mil deslocados de Hajin, cidade perto de Al-Baghuz. De acordo com o Escritório das Nações Unidas para a Coordenação de Assuntos Humanitários (Ocha), o acampamento de Al Hol está superlotado por conta da entrada diária de novos deslocados internos.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas