Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Análise: Brasil poderia se tornar 'vigilante' dos EUA na América Latina

O presidente norte-americano, Donald Trump, referiu a possibilidade de entrada do Brasil na OTAN. O analista russo Pavel Feldman avaliou a possibilidade de entrada do Brasil na aliança, bem como que papel poderia desempenhar o Brasil no conflito na Venezuela.
Sputnik

Durante a visita oficial do presidente do Brasil Jair Bolsonaro aos EUA, foram discutidos os assuntos internacionais mais importantes, entre eles a cooperação bilateral entre os EUA e o Brasil e a situação na Venezuela.


Uma das declarações mais sensacionais foi a possibilidade de entrada do Brasil na OTAN, referida pelo presidente dos EUA Donald Trump.

O vice-diretor do Instituto de Estudos Estratégicos e Prognósticos da Universidade Russa da Amizade dos Povos, Pavel Feldman, revelou em entrevista ao serviço russo da Rádio Sputnik que os EUA são apenas um dos países da OTAN, há outros países cuja opinião deveria ser levada em conta nesse assunto.

Segundo ele, se o Brasil aderir à OTAN ele vai desempenhar o papel de vigilante d…

Emirados Árabes fecham compras milionárias de equipamentos militares da Rússia e dos EUA

Os Emirados Árabes Unidos assinaram um contrato, no valor de cerca de US$ 40 milhões, para comprar sistemas de mísseis antitanque Kornet-E da Rússia, informou neste domingo o general Mohammed Al Hassani, representante das Forças Armadas do país.


Sputnik

O contrato foi assinado durante a Exposição Internacional de Defesa e Conferência IDEX 2019, que começou em Abu Dhabi no início do dia e vai até 21 de fevereiro.


Sistema portátil de mísseis antitanque russo Kornet-E (foto de arquivo)
Míssil russo Kornet-E | CC BY 4.0 / Ministério da Defesa da Federação da Rússia / Корнет (cropped image)

"Um contrato foi assinado com a empresa russa JSC KBP Instrument Design Bureau [indústria de defesa] para comprar sistemas Kornet-E no valor de 146,92 milhões de dirhams", declarou Hassani a repórteres.

Segundo os organizadores, durante o primeiro dia da exposição, as Forças Armadas dos Emirados Árabes Unidos assinaram vários contratos com empresas locais e estrangeiras no valor de mais de 4 bilhões de dirhams no total.

Em outra aquisição, o país árabe fechou um acordo para comprar o sistema de defesa aérea Patriot da fabricante de armas norte-americana Raytheon, no valor de US$ 354 milhões.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas