Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Trump reconhece soberania de Israel sobre Colinas de Golã

Ao lado de Netanyahu, presidente dos EUA contradiz décadas de política externa e reconhece a soberania de Israel sobre o território, ocupado em 1967 e anexado em 1981. Síria vê ataque a sua integridade territorial.
Deutsch Welle

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, reconheceu formalmente nesta segunda-feira (25/03) a soberania de Israel sobre as Colinas de Golã, um território disputado com a Síria e que Israel anexou em 1981.

O governo do presidente sírio, Basahr al-Assad, respondeu de imediato e afirmou que a decisão é um ataque à soberania e à integridade territorial da Síria.

O decreto de reconhecimento foi assinado no início de um encontro com o primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, em Washington. Trump justificou a medida com as "ações agressivas" do Irã e de grupos "terroristas" contra Israel.

Netanyahu disse que se trata de um dia histórico e que Trump é o melhor amigo que Israel já teve.

Em Israel, o reconhecimento pode significar um forte i…

Erdogan explica o que impede a compra de sistemas americanos Patriot

Os EUA não conseguem cumprir as duas principais condições de Ancara para a compra dos sistemas de defesa antiaérea Patriot, segundo afirmou neste sábado (16) o presidente turco, Recep Tayyip Erdogan.


Sputnik

"A produção conjunta, a concessão de crédito e a entrega antecipada, são critérios a que atribuímos grande importância. Apesar de eles [os EUA] concordarem com entregas antecipadas, eles não conseguem garantir a concessão de crédito e a produção conjunta", afirmou Erdogan durante um encontro com jornalistas, citado pelo jornal Hurriyet.


Imagem relacionada
MIM-104 Patriot | Reprodução

O presidente reafirmou a intenção da Turquia de adquirir os sistemas de defesa antiaérea S-400, apesar da oposição dos EUA.

"Nós firmamos um contrato com a Rússia sobre os S-400. Portanto, não se pode falar de nenhum passo atrás. A questão está encerrada. Estamos trabalhando para que os S-400 sejam implantados em julho, tal como prometido", acrescentou.

Anteriormente, Washington informou ter aprovado um possível acordo com a Turquia para venda de sistemas de defesa antiaérea Patriot com o equipamento correspondente no valor de US$ 3,5 bilhões. A Turquia solicitou autorização para a compra de quatro conjuntos com vinte lançadores e 80 mísseis de intercepção.

Previamente, a Turquia rejeitou a proposta dos EUA de se descartar os S-400 em troca do fornecimento dos sistemas norte-americanos Patriot.

Segundo o porta-voz do presidente turco, Ibrahim Kalin, a Turquia não irá abrir mão dos sistemas S-400, mesmo se conseguir comprar os Patriot, já que estes sistemas não estão relacionados entre si.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas