Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Marinha do Brasil prevê inaugurar estação na Antártica em 2020, oito anos após incêndio

Obra é executada por uma empresa chinesa e, segundo a Marinha, se aproxima do final. Incêndio em 2012 destruiu estação, e dois militares morreram.
Por Guilherme Mazui | G1 — Brasília

Passados sete anos desde o incêndio que destruiu a Estação Antártica Comandante Ferraz, a Marinha prevê inaugurar a nova estação em março de 2020.

Executada pela empresa chinesa Ceiec, a obra se aproxima do final, segundo a Marinha, que prevê concluir as obras civis e a instalação de máquinas e mobiliário até 31 de março, iniciando um período de testes do complexo científico até março de 2020. Após os testes, a estação poderá receber militares e pesquisadores.

"A previsão de inauguração é março de 2020, quando os pesquisadores e o Grupo-Base [de militares] deverão ocupar em definitivo as instalações da nova Estação Antártica Comandante Ferraz", informou a Marinha ao G1.

Com investimento de US$ 99,6 milhões, o complexo receberá profissionais que atuam no Programa Antártico Brasileiro (Proantar), criad…

EUA esperam que Venezuela dependa menos de Rússia e Cuba

O secretário de Estado norte-americano, Mike Pompeo, expressou esperança de que a Venezuela dependa menos de Rússia e Cuba após uma mudança de poder no país sul-americano.


Sputnik

"Esperamos que, depois da mudança pacífica de poder, que é nosso objetivo final, o povo da Venezuela queira ser soberano e independente em vez de confiar nos cubanos e nos russos no que diz respeito à segurança e à prosperidade", declarou o chefe da diplomacia dos Estados Unidos em entrevista ao Fox Business, ao ser questionado sobre a influência de Moscou sobre Caracas.


Resultado de imagem para Mike Pompeo
Mike Pompeo | Reprodução

Mais cedo, Pompeo fez um apelo às autoridades da Venezuela para permitirem a entrada de ajuda humanitária no país, manobra vista pelo presidente venezuelano, Nicolás Maduro, como um pretexto para uma possível invasão estrangeira.

"O povo venezuelano precisa desesperadamente de ajuda humanitária. Os EUA e outros países estão tentando ajudar, mas as forças armadas da Venezuela, sob as ordens de Maduro, estão bloqueando a ajuda com caminhões e navios-tanque. O regime de Maduro deve deixar o auxílio chegar às pessoas que estão morrendo de fome."

No dia 23 de janeiro, o opositor Juan Gerardo Guaidó Márquez, presidente interino da Assembleia Nacional da Venezuela, se declarou presidente interino também da República, aprofundando ainda mais a crise política que vem atingindo o país nos últimos anos.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas