Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Militares juntam-se à polícia em protesto dos "coletes amarelos". Há 31 detidos

Os militares da operação antiterrorista "Sentinela" foram mobilizados para proteger as principais instituições francesas. Ao final da manhã, os coletes amarelos eram ainda em pequeno número na capital e quase invisíveis entre a população.
Diário de Notícias

As forças armadas francesas juntaram-se à polícia, este sábado, em Paris, para enfrentar o 19º fim de semana consecutivo de protestos dos coletes amarelos contra o governo do presidente Emmanuel Macron. Ao final da manhã, com os locais habituais de manifestação interditos e o reforço militar junto às principais instituições francesas, os "coletes amarelos" passavam quase despercebidos entre turistas e parisienses.

Segundo a Reuters, o governo francês decidiu mobilizar os militares da operação antiterrorista "Sentinela", depois de ter proibido os manifestantes de se reunirem nos Campos Elísios, onde no último fim de semana dezenas de lojas foram destruídas e algumas completamente pilhadas.

Além da presença …

EUA vão retirar tropas da Síria pelo território do Iraque

Bagdá e Washington decidiram que a saída das tropas norte-americanas da Síria será realizada através de território iraquiano, afirmou à agência Sputnik o conselheiro do primeiro-ministro do Iraque, Abdulkarim Hashim Mostafa.


Sputnik

Discursando no clube de discussões internacional Valdai, Abdulkarim Hashim Mostafa afirmou que em breve as tropas americanas passariam pelo território iraquiano com a permissão das autoridades do Iraque.


Militares dos EUA em Mossul, Iraque (foto de arquivo)
Militares dos EUA em Mossul, Iraque © AFP 2018/ THOMAS COEX

"No mais tardar em 1° de abril, tudo deverá ser feito até esse período, e isso foi o que os EUA nos disseram. Assim que a operação no Eufrates Oriental e Banguze for concluída, eles começarão a retirar as tropas", disse Mostafa.

Desde 2014, os EUA e aliados realizam operação contra Daesh (grupo terrorista proibido na Rússia) na Síria e no Iraque. Na Síria, os EUA operam sem a permissão das autoridades oficiais do país. Em dezembro do ano passado, Trump anunciou a retirada de tropas da Síria sem especificar prazos.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas