Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Militares juntam-se à polícia em protesto dos "coletes amarelos". Há 31 detidos

Os militares da operação antiterrorista "Sentinela" foram mobilizados para proteger as principais instituições francesas. Ao final da manhã, os coletes amarelos eram ainda em pequeno número na capital e quase invisíveis entre a população.
Diário de Notícias

As forças armadas francesas juntaram-se à polícia, este sábado, em Paris, para enfrentar o 19º fim de semana consecutivo de protestos dos coletes amarelos contra o governo do presidente Emmanuel Macron. Ao final da manhã, com os locais habituais de manifestação interditos e o reforço militar junto às principais instituições francesas, os "coletes amarelos" passavam quase despercebidos entre turistas e parisienses.

Segundo a Reuters, o governo francês decidiu mobilizar os militares da operação antiterrorista "Sentinela", depois de ter proibido os manifestantes de se reunirem nos Campos Elísios, onde no último fim de semana dezenas de lojas foram destruídas e algumas completamente pilhadas.

Além da presença …

Ex-chefe do Estado Maior da China é condenado à prisão perpétua por corrupção

Um tribunal militar condenou nesta quarta-feira à prisão perpétua o ex-chefe do Estado Maior da China, Fang Fenghui, por um crime de corrupção, informou a agência estatal "Xinhua".


EFE

Pequim - Fang foi declarado culpado de aceitar e oferecer subornos, assim como de possuir uma grande quantidade de propriedades "de origens não identificadas", segundo a decisão do tribunal.


Fang Fenghui em foto de 2013. EPA/YOHSUKE MIZUNO
Fang Fenghui em foto de 2013. EPA/YOHSUKE MIZUNO

O condenado teve suas propriedades confiscadas, junto ao dinheiro que ganhou de forma ilícita, que serão entregues aos cofres públicos.

Em agosto do ano passado, Fang foi o encarregado de se reunir com o general Joseph Dunford, chefe do Estado Maior Conjunto dos EUA, com quem acordou reforçar laços militares entre as duas nações e intercâmbios frente às crescentes tensões na península da Coreia.

Fang, ex-membro da Comissão Militar Central da China, foi o comandante mais jovem de uma das regiões militares do Exército de Libertação Popular.

A campanha anticorrupção empreendida pelo presidente da China, Xi Jinping, desde sua chegada ao poder em 2013, já puniu mais de um milhão e meio de altos cargos do Partido Comunista, entre eles alguns dos mais poderosos responsáveis políticos e militares da década passada.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas