Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Capacetes brancos preparam novas provocações na Síria, diz enviado russo na ONU

Membros dos Capacetes Brancos estão preparando novas provocações com substâncias tóxicas na Síria, disse o vice-embaixador russo na ONU, Vladimir Safronkov, nesta quarta-feira (24) na reunião do Conselho de Segurança da ONU.
Sputnik

Safronkov observou que os Capacetes Brancos acusariam o governo sírio pelo uso de tais substâncias.

Mais cedo nesta quarta-feira (24), o Major General Viktor Kupchishin, chefe do Centro Russo para a Reconciliação Síria, argumentou que funcionários da mídia estrangeira na província síria de Hama conduziram uma filmagem falsa da "morte" de uma família supostamente devido ao uso de armas químicas pelas tropas sírias.

Em diversas ocasiões, Moscou e Damasco apontaram que os Capacetes Brancos estavam produzindo provocações envolvendo o uso de armas químicas com o objetivo de culpar o governo da Síria e dar aos países ocidentais justificativas para a intervenção no país.
A estratégia de encenar ataques para usá-los como falsa bandeira tem sido usada repetida…

Força Aérea dos EUA prefere obter caças F-15X ao invés dos problemáticos F-35, diz mídia

O general David Goldfein, chefe de gabinete da Força Aérea dos EUA, confirmou o interesse no melhorado caça F-15X.


Sputnik

Goldfein afirmou que o dinheiro para o programa F-15 não utilizaria os fundos do orçamento para compra dos F-35. O fato foi comentado pela diretora-executiva da Lockheed Martin, Marillyn Hewson, afirmando que o chefe do Pentágono garantiu que a possível compra dos F-15 não influenciaria a quantidade de F-35, segundo o portal Defense News.


Resultado de imagem para f-15x
F-15X Super Eagle | Reprodução

O melhorado F-15X conta com aviônicos avançados e uma maior carga de armamentos. Vale ressaltar que o secretário de Defesa, Patrick Shanahan, trabalhou na Boeing no programa de rotores de aeronaves.

Esse programa permitiu ao Pentágono comprar os helicópteros Apache e Chinook, além de Shanahan ter ajudado a desenvolver a aeronave V-22 Osprey durante as três décadas em que esteve na empresa. Entretanto, recentemente Shanahan se recusou a participar das negociações que envolvem a Boeing.

O Departamento de Defesa dos EUA havia manifestado seu desejo em adquirir 12 caças F-15X por um valor aproximado de US$ 1,2 bilhões (R$ 4,4 bilhões).

A Boeing tem beneficiado muito do governo Trump, já que a atual administração possui um grande orçamento de defesa, ressaltando que durante o primeiro ano de Donald Trump na presidência a empresa baseada em Chicago gerou uma receita de US$ 93,8 bilhões (R$ 344,1 bilhões), além de obter um lucro de aproximadamente US$ 8,9 bilhões (R$ 32,6 bilhões), totalizando US$ 5,6 bilhões (R$ 20,5 bilhões) a mais do que o lucro obtido durante a administração do presidente Barack Obama.

Com isso, a Boeing está perto de ultrapassar suas estimativas e alcançar resultados relevantes em 2018, segundo a CNBC.

Caso a Boeing não consiga obter o contrato dos F-15X no orçamento de 2020, a empresa contará com US$ 491 bilhões (R$ 1,8 trilhões) em encomendas, incluindo mais de 5.800 aeronaves comerciais.

Vale observar que o caça F-35 tem tido uma disponibilidade limitada devido aos atrasos nas linhas de produção, conforme os especialistas. Além disso, as aeronaves estão prontas para voar apenas 50% do tempo em que estão no hangar, enfatizou o diretor de testes operacionais do Pentágono.

É ressaltado ainda que a manutenção da frota de caças F-35 custa mais de US$ 1 trilhão (R$ 3,6 trilhões), valor esse que fez com que a subsecretária de Defesa para aquisição e manutenção, Ellen Lord, afirmasse que Washington "não pode pagar" os custos de manutenção dos F-35.

Todos estes fatores provavelmente contribuem para um interesse real na obtenção dos melhorados caças F-15X.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas