Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Marinha do Brasil prevê inaugurar estação na Antártica em 2020, oito anos após incêndio

Obra é executada por uma empresa chinesa e, segundo a Marinha, se aproxima do final. Incêndio em 2012 destruiu estação, e dois militares morreram.
Por Guilherme Mazui | G1 — Brasília

Passados sete anos desde o incêndio que destruiu a Estação Antártica Comandante Ferraz, a Marinha prevê inaugurar a nova estação em março de 2020.

Executada pela empresa chinesa Ceiec, a obra se aproxima do final, segundo a Marinha, que prevê concluir as obras civis e a instalação de máquinas e mobiliário até 31 de março, iniciando um período de testes do complexo científico até março de 2020. Após os testes, a estação poderá receber militares e pesquisadores.

"A previsão de inauguração é março de 2020, quando os pesquisadores e o Grupo-Base [de militares] deverão ocupar em definitivo as instalações da nova Estação Antártica Comandante Ferraz", informou a Marinha ao G1.

Com investimento de US$ 99,6 milhões, o complexo receberá profissionais que atuam no Programa Antártico Brasileiro (Proantar), criad…

Forças do leste da Líbia bombardeiam campo petrolífero

Forças líbias do leste leais ao comandante Khalifa Haftar realizaram quatro ataques aéreos perto do campo de petróleo El Feel, disse um engenheiro do campo à Reuters neste sábado (9).


Sputnik

Os ataques foram um aviso ao comandante rival Ali Kennah, que estava dentro do complexo durante o episódio, disse o engenheiro.


Tanque do exército líbio durante confrontos com militantes em Benghazi, Líbia (foto de arquivo)
Tanque líbio em Benghazi © REUTERS / Esam Omran Al-Fetori

Mas o Governo de Acordo Nacional da Líbia (GNA), apoiado pelas Organização das Nações Unidas (ONU), disse em um comunicado que o ataque visava um avião civil que estava tentando evacuar um número de feridos do campo petrolífero para Trípoli.

O ataque danificou a infraestrutura do campo petrolífero e a pista do aeroporto e "colocaram em risco a vida de civis", acrescentou o comunicado, sem acrescentar detalhes de qualquer acidente.

Haftar é uma figura dominante no leste da Líbia, onde seu grupo do Exército Nacional da Líbia conquistou a cidade de Benghazi em 2017, expulsando os islamistas e outros combatentes.

No mês passado, suas forças iniciaram uma ofensiva no sul para tomar campos petrolíferos, e na quarta-feira cumpriram a promessa ao tomar o campo de El Sharara.

Kennah, o comandante da zona militar de Sabha, que serviu sob o comando do ex-ditador Muammar Gaddafi, foi nomeado pelo primeiro-ministro Fayez Seraj na semana passada. Fayez lidera o governo internacionalmente reconhecido, baseado em Trípoli.

A indústria petrolífera da Líbia enfrenta dificuldades desde o início dos episódios de violência, com centros de poder rivais no oeste e no leste.

O campo de El Feel produz cerca de 70 mil barris de petróleo por dia.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas