Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Militares revelam como suas vidas foram destruídas pelo Exército dos EUA

O Twitter oficial do Exército dos EUA realizou uma pesquisa para averiguar como o serviço impactou a vida de seus militares.
Sputnik

Atualmente, mais de 9.000 pessoas já compartilharam suas opiniões. Apesar de constatarem que o serviço no Exército fortalece fisicamente e emocionalmente as pessoas, dando algum sentido às suas vidas e abrindo perspectivas profissionais, há muitos outros comentários com declarações céticas e críticas sobre a influência do Exército dos EUA no mundo, no país e na sua vida pessoal.

Várias pessoas compartilharam histórias de seus familiares que cometeram suicídio, sofreram de transtorno por estresse pós-traumático, passaram por mudanças radicais de caráter e comportamento ou deixaram de ser saudáveis depois de participarem em ações militares dos EUA.

Além disso, há aqueles cujos familiares ou eles próprios foram abusados durante o serviço.

Outros usuários recordaram que os horrores da guerra deixam cicatrizes na mente.

Diversos outros usuários da rede social compa…

'Hóspede intrometido': EUA teriam enviado avião de reconhecimento à região da Crimeia

Um avião da Força Aérea dos EUA realizou um voo de reconhecimento perto da costa da península da Crimeia, segundo o portal de monitoramento PlaneRadar.


Sputnik

Um avião de reconhecimento Boeing RC-135V com o número 64-14846 e o indicativo de chamada MITE21 decolou da base aérea localizada em Creta às 08:45, horário de Moscou (02:45, horário de Brasil).


Boeing RC-135V norte-americano
CC BY-SA 2.0 / Alan Wilson / Boeing RC-135V

O Boeing chegou ao mar Negro e depois realizou um voo de reconhecimento perto da costa da Crimeia. O avião voou ao longo da fronteira da península várias vezes, depois retornou ao seu aeródromo. O RC-135V percorreu a área especificada por cerca de 3 horas.


O avião de reconhecimento eletrônico da Força Aérea dos EUA, Boeing RC-135V, número de cauda 64-14846, indicativo de chamada MITE21, decolou da base aérea Saya Bay, em Creta e chegou à região do mar Negro

A atividade de aeronaves de reconhecimento estrangeiras, particularmente aviões dos EUA, perto das fronteiras russas aumentou ultimamente.

Na semana passada, duas aeronaves da Força Aérea dos EUA, um avião de reconhecimento RC-135V e um drone Global Hawk RQ-4B-30, foram vistas perto da península da Crimeia. A Crimeia reunificou-se com a Rússia em 2014, quando 97% dos participantes do referendo votaram pela reunificação.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas