Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

EUA: sanções contra Venezuela servem como 'alerta para atores externos, incluindo Rússia'

Na última terça-feira (17), o secretário de Estado dos EUA, Mike Pompeo, culpou a Rússia e a Venezuela pela crise de refugiados observada no país latino-americano.
Sputnik

O conselheiro de Segurança Nacional dos EUA, John Bolton, anunciou nesta quarta-feira (17) que os EUA estão impondo uma nova rodada de sanções contra a Venezuela, acrescentando o banco central do país à lista de restrições. 

Segundo o conselheiro de Segurança Nacional, as sanções recém-aplicadas deveriam se tornar um alerta para "todos os atores externos, inclusive a Rússia".

Desde o início da crise política na Venezuela no início deste ano, os EUA impuseram várias rodadas de sanções, visando os setores petrolífero e bancário do país, bem como indivíduos ligados às autoridades do país.

A Venezuela está sofrendo grave crise política desde janeiro. Junto com outros países ocidentais, os EUA apoiam Juan Guaidó, que se proclamou presidente interino da Venezuela. Ao mesmo tempo, Rússia, China e Turquia, entre outros…

Irã trabalha em novo míssil de longo alcance equipado com ogiva guiada, diz ministro

O Irã está criando uma grande diversidade de armas de fabricação nacional, e recentemente o país desenvolveu ogivas guiadas de fabricação nacional para seus mísseis de longo alcance.


Sputnik

A nova geração de mísseis com ogivas guiadas recebeu o nome de Khorramshahr 2, estes mísseis podem ser controlados até atingir o alvo. Além disso, eles são capazes de transportar ogivas de até aproximadamente 2 toneladas.


Míssil iraniano de longo alcance, foto de arquivo
Lançamento de míssil iraniano © AP Photo / Amir Kholousi, ISNA via AP

Anteriormente, as novas ogivas foram montadas nos mísseis Emad, Qadr e Qiam. O Emad é um míssil balístico terra-terra com um alcance de aproximadamente 1.700 km, enquanto o Qadr possui um alcance de aproximadamente 1.400 km.

O Khorramshahr é um míssil balístico que pode atingir até 2.000 km de alcance, além de ser capaz de transportar múltiplas ogivas, segundo a agência de notícias FARS.

Segundo o ministro da Defesa do Irã, Amir Hatami, o país está trabalhando em um novo projeto, o desenvolvimento de um míssil de cruzeiro conhecido como Hoveizeh. O míssil tem reação rápida, voo em baixas altitudes, alta precisão em navegação e alto poder de destruição, enfatizou Hatami.

"O míssil de cruzeiro terra-terra Hoveizeh foi testado com um alcance de 1.200 km e conseguiu atingir com precisão o alvo designado", disse Hatami, observando que o míssil elevará as capacidades das Forças Armadas iranianas.

Vale ressaltar que os responsáveis oficiais iranianos ressaltaram por diversas vezes que a pressão americana falhou em sua tentativa de forçar o Irã a restringir suas capacidades de defesa e de mísseis, insistindo que o míssil iraniano tem caráter "defensivo e dissuasor".

A declaração é uma resposta às pressões econômicas impostas pelo presidente dos EUA, Donald Trump, contra o Irã, tentando forçar o país a aceitar as exigências norte-americanas.

"Nós não vamos comprometer nossa honra sob intimidação de Trump. Isto é uma mensagem clara do governo iraniano para a Casa Branca […]", afirmou o secretário do Conselho Supremo de Segurança Nacional do Irã, Ali Shamkhani, enfatizando que as sanções norte-americanas não servirão como instrumento para forçar uma renegociação sobre assuntos já acordados.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas