Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Empresa chinesa faz peças para F-35? Revelação surge em meio a polêmicas envolvendo Huawei

Em meio à briga contínua entre os EUA e a gigante tecnológica chinesa Huawei, classificada como ameaça à segurança por Washington, verificou-se que uma subsidiária com sede no Reino Unido de uma companhia chinesa fabrica peças para os jatos americanos F-35.
Sputnik

Trata-se da companhia chinesa Exception PCB, com sede no condado britânico de Gloucestershire, que fabrica placas de circuitos que controlam os motores, iluminação, combustível e sistemas de navegação dos caças F-35 – o sistema de armas mais caro já feito.

De acordo com a emissora britânica Sky, citando materiais divulgados pelo Ministério da Defesa do Reino Unido, a empresa que fabrica componentes para os caças da Lockheed Martin foi comprada em 2013 pela companhia chinesa Shenzhen Fastprint, que inclusive já participou da fabricação de caças Eurofighter Typhoon e de helicópteros de ataque Apache.

"A Exception PCB, com sede em Gloucestershire, fabrica placas de circuito impresso que controlam muitas das principais capacid…

Israel inicia construção de novo muro na fronteira com Faixa de Gaza

Israel começou a construção da nova "barreira terrestre" ao longo da fronteira com a Faixa de Gaza para se defender da penetração de "terroristas" palestinos, comunicou o primeiro-ministro israelense Benjamin Netanyahu.


Sputnik

O jornal local Jerusalem Post escreve que o muro de concreto de 6 metros de altura substituirá a vedação de rede de metal, que se mostrou vulnerável durante as tentativas regulares de ruptura.


Resultado de imagem para muro faixa de gaza
Muro israelense na Faixa de Gaza | Reprodução

"No fim de semana começamos a construir a barreira terrestre ao longo da fronteira com a Faixa de Gaza. Ela impedirá os terroristas de penetrar no nosso território a partir de Gaza por via terrestre", disse Netanyahu no encontro de ministros no domingo (3).

Segundo o jornal, apenas no domingo os policiais detiveram, no lado israelense, cinco habitantes do enclave palestino. Estes fogem frequentemente para Israel em busca de trabalho.

Além disso, o ministro advertiu o movimento Hamas, que está no poder na Faixa de Gaza, de tentativas de escalação da situação na fronteira.

"Se a situação na Faixa de Gaza não se mantiver calma, nós tomaremos decisões mesmo no período pré-eleitoral e atuaremos sem demora", declarou Netanyahu.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas