Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Irã desloca sistema russo de defesa S-300 para a costa do golfo Pérsico (VÍDEO)

Uma coluna de caminhões iranianos transportando vários sistemas anti-aéreos russos S-300 Favorit para a costa do golfo Pérsico foi capturada em vídeo por um motorista e postada no YouTube.
Sputnik

O vídeo mostra como caminhões transportam partes dos sistemas antiaéreos e coincide com a escalada de tensão entre os Estados Unidos e o Irã com o envio de um grupo de combate naval dos EUA para a costa iranianas, relata Alarabiya.


Segundo o jornal russo Rossiyiskaya Gazeta, o envio dessas unidades do S-300 para a costa persa responde à crescente presença militar e naval dos Estados Unidos. O artigo também explica que as unidades não viajam sozinhas por via terrestre e fazem isso em caminhões para preservar sua vida útil e garantir a segurança durante a viagem.

Em 13 de maio, o comandante das Forças Aeroespaciais da Guarda Revolucionária Islâmica, Amir Ali Hajizadé, assegurou que o país persa estava pronto para atacar os Estados Unidos devido à presença do referido grupo naval na região.

Hajizadé…

Maduro acusa EUA de fabricarem crise na Venezuela para lançar guerra na América do Sul

O presidente da Venezuela Nicolás Maduro acusou as autoridades americanas de quererem iniciar uma guerra na América do Sul.


Sputnik

"Tudo o que o governo dos EUA faz está condenado ao fracasso. Eles estão tentando fabricar uma crise para justificar a escalada política e a intervenção militar na Venezuela, a fim de trazer a guerra à América do Sul", disse Maduro em uma entrevista ao canal americano ABC News.


Nicolás Maduro, presidente da Venezuela
Nicolás Maduro | Juan Barreto/AFP

Segundo Maduro, os EUA querem se apoderar do petróleo venezuelano e "estão dispostos a entrar em guerra por esse petróleo".

"O governo extremista da Ku Klux Klan dirigido por Donald Trump quer a guerra por causa do petróleo e não só por causa do petróleo", disse ele, descrevendo a Venezuela como um "país pacifista e humilde" e sublinhando que está pronto para um diálogo direto com o governo americano.

A tensão política na Venezuela aumentou desde que em 23 de janeiro o líder da oposição Juan Guaidó se declarou presidente interino do país.

Os EUA e vários países da Europa e América Latina, inclusive o Brasil, reconheceram Guaidó como presidente interino do país. Rússia, China, Cuba, Bolívia, Nicarágua, Turquia, México, Irã e muitos outros países manifestaram seu apoio a Maduro como presidente legítimo do país e exigiram que os outros países respeitem o princípio de não interferência nos assuntos internos do país latino-americano.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas