Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Análise: Brasil poderia se tornar 'vigilante' dos EUA na América Latina

O presidente norte-americano, Donald Trump, referiu a possibilidade de entrada do Brasil na OTAN. O analista russo Pavel Feldman avaliou a possibilidade de entrada do Brasil na aliança, bem como que papel poderia desempenhar o Brasil no conflito na Venezuela.
Sputnik

Durante a visita oficial do presidente do Brasil Jair Bolsonaro aos EUA, foram discutidos os assuntos internacionais mais importantes, entre eles a cooperação bilateral entre os EUA e o Brasil e a situação na Venezuela.


Uma das declarações mais sensacionais foi a possibilidade de entrada do Brasil na OTAN, referida pelo presidente dos EUA Donald Trump.

O vice-diretor do Instituto de Estudos Estratégicos e Prognósticos da Universidade Russa da Amizade dos Povos, Pavel Feldman, revelou em entrevista ao serviço russo da Rádio Sputnik que os EUA são apenas um dos países da OTAN, há outros países cuja opinião deveria ser levada em conta nesse assunto.

Segundo ele, se o Brasil aderir à OTAN ele vai desempenhar o papel de vigilante d…

Manifestantes indianos comemoram ataque aéreo em território paquistanês

Manifestantes saíram nesta terça-feira às ruas de várias cidades da Índia para comemorar o ataque aéreo contra acampamentos insurgentes em território paquistanês, após o atentado que matou 42 policiais na Caxemira indiana e que foi reivindicado por um grupo terrorista com base no Paquistão.


EFE

Nova Delhi - "O Paquistão é uma nação terrorista" e "não justifiquem o terrorismo" foram alguns dos cartazes exibidos pelos manifestantes em Nova Délhi, onde houve queima de fogos de artifício em sinal de apoio ao bombardeio realizado por caças indianos.


EFE/ Piyal Adhikary
EFE/ Piyal Adhikary

Apresentado pelo governo da Índia como um "ataque preventivo", no qual morreram vários membros do grupo insurgente Jaish-e-Mohammed (JeM), a operação militar provocou expressões de alegria em Calecute (leste da Índia), onde algumas pessoas encararam a chuva para cantar slogans patrióticos e tremular bandeiras indianas.

Bombaim (oeste), Bhopal (centro) e Amritsar (noroeste) também foram palco de manifestações em apoio ao bombardeio, assim como a cidade de Jammu, no sul do estado de Jammu e Caxemira, cuja população é de maioria hindu.

O Paquistão acusou a Índia de violar seu espaço aéreo com caças de combate que lançaram explosivos, embora tenha afirmado que não causaram danos nem vítimas, enquanto disse que tem todo o direito de dar uma "resposta razoável" por esta "grave agressão".

A ação militar da Índia foi uma resposta ao atentado suicida com um veículo carregado com explosivos ocorrido no último dia 14, no qual morreram 42 policiais e que foi reivindicado pelo JeM.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas