Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Putin ameaça retaliar se EUA instalarem mísseis na Europa

Em seu discurso sobre o estado da nação, presidente russo faz ataques a Washington e promete apontar seu arsenal para os Estados Unidos e para o continente europeu se mísseis americanos atravessarem o Atlântico.
Deutsch Welle

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, alertou nesta quarta-feira (20/02) que seu país responderá a um possível envio de mísseis americanos à Europa, fazendo com que não apenas os países que receberem esses armamentos se tornem alvos, mas também os Estados Unidos.


Em seu discurso anual sobre o estado da nação em Moscou, Putin elevou o tom ao comentar uma nova e potencial corrida armamentista. Ele afirmou que a reação russa a um possível envio seria rigorosa e que as autoridades em Washington – algumas das quais estariam obcecadas com o "excepcionalismo" americano – deveriam calcular os riscos antes de tomar qualquer medida.

"É o direito deles de pensar da forma que quiserem. Mas eles sabem fazer cálculos? Tenho certeza que sabem. Deixemos que eles cal…

Marinha dos EUA recebe novo submarino nuclear de ataque

O novo submarino comissionado pela Marinha dos EUA em cerimônia oficial realizada no sábado (2) é capaz de transportar mísseis Tomahawk de longo alcance.


Sputnik

Segundo o comunicado da Marinha norte-americana, o submarino de ataque rápido USS South Dakota (SSN 790) será "o mais moderno e sofisticado submarino de ataque do mundo".


Resultado de imagem para USS South Dakota
USS South Dakota SSN 790 | Reprodução

O submersível mede 114,8 metros de comprimento e é o 17º submarino nuclear da classe Virginia. Com um deslocamento de 7.800 toneladas, ele acomoda uma tripulação de cerca de 130 marinheiros e atinge uma velocidade de 46 quilômetros por hora. A modernização do poder de fogo do submarino inclui dois tubos de lançamento individuais, cada um equipado com seis mísseis de cruzeiro Tomahawk.

O submarino também foi dotado de um novo revestimento acústico do casco, uma série de melhorias na sala de máquinas, projetadas para reduzir o ruído, e dois novos radares ultrassônicos. Essas características acústicas visam aumentar o seu nível de furtividade.

Está prevista a construção de um total de 48 submarinos dessa classe, sendo que os 33 primeiros deverão estar concluídos até 2020.

"O USS South Dakota entra em serviço durante um período de desafios dinâmicos de segurança. Estou confiante de que o USS South Dakota e sua tripulação garantirão que nossa Marinha e nação permanecerão seguras e fortes", disse o secretário da Marinha dos EUA, Richard Spencer.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas