Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

EUA: sanções contra Venezuela servem como 'alerta para atores externos, incluindo Rússia'

Na última terça-feira (17), o secretário de Estado dos EUA, Mike Pompeo, culpou a Rússia e a Venezuela pela crise de refugiados observada no país latino-americano.
Sputnik

O conselheiro de Segurança Nacional dos EUA, John Bolton, anunciou nesta quarta-feira (17) que os EUA estão impondo uma nova rodada de sanções contra a Venezuela, acrescentando o banco central do país à lista de restrições. 

Segundo o conselheiro de Segurança Nacional, as sanções recém-aplicadas deveriam se tornar um alerta para "todos os atores externos, inclusive a Rússia".

Desde o início da crise política na Venezuela no início deste ano, os EUA impuseram várias rodadas de sanções, visando os setores petrolífero e bancário do país, bem como indivíduos ligados às autoridades do país.

A Venezuela está sofrendo grave crise política desde janeiro. Junto com outros países ocidentais, os EUA apoiam Juan Guaidó, que se proclamou presidente interino da Venezuela. Ao mesmo tempo, Rússia, China e Turquia, entre outros…

Marinha dos EUA recebe novo submarino nuclear de ataque

O novo submarino comissionado pela Marinha dos EUA em cerimônia oficial realizada no sábado (2) é capaz de transportar mísseis Tomahawk de longo alcance.


Sputnik

Segundo o comunicado da Marinha norte-americana, o submarino de ataque rápido USS South Dakota (SSN 790) será "o mais moderno e sofisticado submarino de ataque do mundo".


Resultado de imagem para USS South Dakota
USS South Dakota SSN 790 | Reprodução

O submersível mede 114,8 metros de comprimento e é o 17º submarino nuclear da classe Virginia. Com um deslocamento de 7.800 toneladas, ele acomoda uma tripulação de cerca de 130 marinheiros e atinge uma velocidade de 46 quilômetros por hora. A modernização do poder de fogo do submarino inclui dois tubos de lançamento individuais, cada um equipado com seis mísseis de cruzeiro Tomahawk.

O submarino também foi dotado de um novo revestimento acústico do casco, uma série de melhorias na sala de máquinas, projetadas para reduzir o ruído, e dois novos radares ultrassônicos. Essas características acústicas visam aumentar o seu nível de furtividade.

Está prevista a construção de um total de 48 submarinos dessa classe, sendo que os 33 primeiros deverão estar concluídos até 2020.

"O USS South Dakota entra em serviço durante um período de desafios dinâmicos de segurança. Estou confiante de que o USS South Dakota e sua tripulação garantirão que nossa Marinha e nação permanecerão seguras e fortes", disse o secretário da Marinha dos EUA, Richard Spencer.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas